domingo, 14 de agosto de 2011

Berlim: 50 anos de um muro...




H
á 50 anos, entre 12 e 13 de Agosto, começava a ser construído um Muro em nome da defesa antifascista por homens que se diziam comunistas…alguns com certeza eram, outros quase de certeza que não, oportunistas que de um momento para outro se transformaram em “comunistas”, “antifascistas”, os vira-casacas do costume…

Um muro para conter o fascismo, o imperialismo…só de mentes que não compreendiam o marxismo ou então de mentes que transformavam uma sociedade socialista num regime social-fascista paulatinamente.

As situações não são vistas ou estudadas a preto e branco, existem muitas tonalidades de cinzentos, mas nenhum muro contém pessoas ou ideias, muito menos ideias…assim ensina a dialéctica marxista.

RM


1 comentário:

jesimões disse...

Há, creio, dezasseis tonalidades de cinzento, entre o preto e o branco. Mas quando me falam do seminarista georgiano, puxo logo do Marx!...