terça-feira, 6 de janeiro de 2009

ALGARVE PERDE 10% DE TURISTAS BRITÂNICOS COM QUEBRA DA LIBRA

A desvalorização da libra
Turismo no Algarve: 2009, é ano ainda pior

Algarve perde 10% de turistas britânicos com quebra da libra

Artigo de José Manuel Oliveira, publicado no DN avisa:

Britânicos preferem Tunísia, Turquia, Egipto e Cuba, entre outros países, onde o dólar é a moeda de referência e pagam metade dos preços praticados na hotelaria algarvia. Efeitos fazem sentir-se não só nas estadias de curta duração mas também no turismo residencial.
A desvalorização da libra face ao euro provocou no turismo algarvio uma quebra superior a 10% no mercado inglês nos últimos dois meses de 2008. A tendência é para a situação se agravar, reconhecem ao DN gestores hoteleiros e guias turísticos, numa altura em que muitos britânicos optam por férias em países como Turquia, Egipto, Tunísia e Cuba, entre outros, onde o dólar é a moeda de referência, o que lhes permite pagar cerca de metade dos preços praticados nos hotéis algarvios.As repercussões sentem-se não só nas estadias de curta duração mas também no turismo residencial. É que "pretendendo fazer aqui investimentos em moradias, estas tornaram-se muito mais caras do que eram e isso, nestes períodos, faz toda a diferença", alertou, em declarações ao DN, o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas.
A diminuição da procura de ingleses vai reflectir-se igualmente na redução de gastos com pessoal das empresas, com o consequente aumento do desemprego. Isto numa região muito dependente da actividade turística e onde se registou uma grande subida do desemprego no final do ano passado. Nos países concorrenciais fora da zona euro, "o turista inglês consegue, pelo menos em muitos casos, pagar metade do preço por serviços que, em certa medida, são mais ou menos idênticos aos nossos. Independentemente do Algarve ter algumas valências competitivas em relação a esses destinos, como em matéria de segurança, acolhimento e proximidade, uma vez que tais países se situam a mais horas de distância de viagem, a verdade é que faz uma diferença ainda maior quando o Reino Unido enfrenta uma enorme recessão económica", notou o dirigente da AHETA.
Numa altura em que os operadores turísticos pedem a redução dos preços do alojamento, há unidades que chegam a cobrar apenas 20 euros por dia a um casal. Mas muitos hoteleiros não aceitam essa estratégia, como sucede num hotel de quatro estrelas, situado em Albufeira, onde um quarto para duas pessoas custa entre 45 e 55 euros. "Não podemos baixar os preços por tal não ser compatível com a actividade empresarial. Tentamos oferecer mais e com mesmo valor de um ano para o outro, apresentando pacotes mais elaborados", disse ao DN o director comercial daquela unidade hoteleira. Para contrabalançar a situação, a Entidade Regional de Turismo do Algarve vai reforçar, com 6,6 milhões de euros, em 2009, a promoção externa com destaque para o Reino Unido, mas sem esquecer outros mercados, incluindo o leste europeu. "Os ingleses não deixarão de vir ao Algarve. Poderão é fazê-lo menos vezes, disse António Pina, presidente daquele organismo.

Notícia em:

http://dn.sapo.pt/2009/01/05/economia/algarve_perde_10_turistas_britanicos.html

Publicada por ALGARVE REPORTER

14 comentários:

Anónimo disse...

Estamos a ir todos para o mfundo e não se ouve uma palavra que seja do poder da terra, as filas dos desempregados já começaram vão lá ver para crerem e ainda a procissao vai no adro.

brejos

ai mouraria terra do futuro dourado disse...

Venho reparando ao que se passa e vejo com preocupação os meses que vêm aí, causa-me admiração ver ruas quase vazias, os turistas são menos, muito menos e os que vivem cá não dão para aquecer porque não têm dinheiro.
A população não tem mas sobra na Cãmara de Albufeira e estamos cá para ver o que vai sair daquelas cabeças para ajudarem quem precisa e não vão ser poucos. Mais uns tempos e tudo vai estar mais claro.

Anónimo disse...

é pá não me digam que a crise tambem é culpa do executivo camarário

Anónimo disse...

Foi o Desidério que fez do Euro uma moeda muito forte... Tenham juizo meus Amigos... Só batem no ceguinho, até no que não tem nada a ver com ele... E coisas boas nem uma... Enfim

firmino disse...

Ao sr. anónimo das 7.37
A crise que que não era possível esconder mais e rebentou em Setembro é verdade que não será culpa da Câmara.
Mas a crise dos turistas que deixaram de gostar da cidade que está feia, trapalhona , sem estacionamentos com ciganos a vender à balda por todo o lado a roubar turistas, com esgotos a cairem nas praias e grandes impostos camarários é culpa de quem ? responda lá que a gente vai gostar muito de ver o que você vai dizer.

Anónimo disse...

Sr. Firmino eu não me indentifico mas tanbém não ponho nomes ficticios o Sr. tem muita razão no aspecto dos esgotos dos impostos que Albufeira não está feia mas sim HORRIVEL. quanto aos ciganos vieram corridos de Portimão e asilaram-se em Albufeira e nem a GNR ou a dita policia municipal fazem nada.ai você tem o dobro da razão mas se você acha que é aqui que se vão resolver os problemas da minha nossa cidade bem pode esperar sentado porque como diz o ditado quanto mais me bates mais eu gosto de ti . e o executivo camarário com a maioria absoluta (faz lembrar o governo) está-se simplesmente borrifando para nós todos . e já agora que tenha um bom ano para si . e que este seja um ano de mudança é o que nós esperamos. mas com a oposição que há em Albufeira a musica vai continuar a ser a mesma . porque assim não vamos a lado nenhum. o que fazia falta era um grupo de ALBUFEIRENSES apartidários que se unissem e dessem forma a uma verdadeira equipa para pôr isto tudo no seu devido sitio . o que eu acho dificil. gostava de ler a sua resposta ok

Anónimo disse...

e já agora Sr. Firmino o meu coment´rio foi publicado ás 21.28 os reponsáveis deste blog tem que acertar o relógio

firmino disse...

Deixando à parte os nomes que não sou muito de filosofias, agradeço-lhe os seus bons desejos e devolvo e gostava de repetir que esta Câmara é a culpada do atraso da cidade dos visitantes fugirem, as casas não se vendem há já muitos meses e estão muitas de 2ª mão para serem vendidas tambem. É a debandada e alguem acha que é porquê ? porque não se conseguem alugar e o que entra não paga despesas e quem tem de estudar tudo isto ? e dar soluções ?
Estou consigo quando diz que o PSD e o PS não são solução até porque foram eles que fizeram isto tudo e agora é que querem fazer tudo porque há eleições.
Essa de albufeirenses fazeraem uma candidatura pode ser boa ideia mas o que é que chama de albufeirenses ? E tanta gente que veio de fora para cá não são albufeirenses ? não contam, só pagam impostos e vão participar á terra deles ?
Boa noite e cumprimentos

anónimo de cá disse...

Eu não costumo ser céptico e falar à toa mas acabo por concordar que estamos em maus lençóis todos, aqui no algarve. Não sabemos fazer mais nada, não temos para onde nos virar para mudar de vida e pergunto que culpas têm as populações do que se está a viver. Os politicos fazem as asneiras governam e governam-se como querem e deixam-nos com as catastrofes. Dão dinheiro aos banqueiros e desemprego ao povo, prometem ajudas aos pequenos mas estes t~em é as Finanças à porta, porque não se pagou isto ou aquilo, os empresários falta-lhes clientes e dinheiro e tambem eles podem ir para ncasa mais cedo e de quem é a culpa disto tudo? Fazem falta ajudas e depressa e os Partidos que se cuidem que foram eles que encobriram tudo e os seus membros fizeram bons negócios com os dinheiros que "desapareceram".
O turismo está mal mas já vinha mal de trás e não é só a queda da libra que responde por tudo.

Anónimo disse...

Normalmente, quando um país tem uma moeda forte em relação a outros paises, é sinal que esse país tem uma economia forte.
Mas isso para nós esta longe de ser realidade.

Anónimo de cá, não discordo do que normalmente diz, mas em relação a crise no Algarve, não será bem assim, temos o exemplo de Portimão que está a dar uma chapada de luva branca aos outros concelhos, não deixa de ser uma cidade de gestão urbana feliz, mas tem criado infraestruturas que aqui só aparecem no papel em vesperas de eleições. Vejam o exemplo do pavilhão multiusos, do restauro das fábricas de conservas abandonadas...e ... o autodromo, este sim vai por Portimão no mapa.

anónimo de cá disse...

Essa da gestão urbana feliz está bem tirada. Mas não se esqueçam que as melhorias significativas só foram introduzidas neste mandato e por pressão social e dos comerciantes. Portimão foi sempre um sarrabulho e o Manuel da Luz, rato que é, mudou a maneira de ver as coisas e tomou o caminho de ouvir mais as pessoas e começar a corrigir. No velho estádio vão fazer um parque verde mas se fosse em Albufeira faziam blocos de apartamentos como querem fazer em Faro no estádio tambem. Os saloios da politica são assim e gostam de aberrações. Fazer favor aos amigos da construção e ir matando as cidades como acontece aqui. E agora é que vêm falar de 100 ha de verdes porque é claro estamos a caminho de eleições.

Anónimo disse...

Sr. Firmino é pena mas nós temos filhos genuinos de Albufeira com muita capacidade só que em vez de estarmos aqui a teclar no computador talvez devesse-mos pensar nisso

Anónimo disse...

este ano vamos andar a penates e os politicos na sabem de nada donde e que veio a crise e ouve logo dinheirinho para os da bancoe pro outros logo se vê

Projectos RRGrupo Algarve Portugal disse...

No Algarve vivemos do turismo visitem:
Club Amarilis
http://www.clubamarilis.com

Hotel Jupiter
http://www.hoteljupiter.com