sexta-feira, 6 de março de 2009

A RIBEIRA EMBARGOU O EXECUTIVO




A ribeira das Ferreiras é uma parte do território do Concelho, que ao longo dos séculos da sua existência, conviveu prazenteiramente com as populações, cada um no seu caminho e juntos quando queriam.

Esta ribeira, com um curso aparentemente inofensivo, desde sempre escolheu aquela direcção para abraçar o mar.

No final dos anos cinquenta do século passado, o então Ministro das Obras Públicas, Engº Duarte Pacheco, autorizou a regulação do seu curso, entubando-a e desviando a sua foz para debaixo da Rua da Bateria. Foi a primeira investida do homem.

A ribeira, contentou-se com o destino que lhe deram mas como os desígnios da natureza são mais fortes que os dos homens, nunca deixou de pregar as suas partidas e impor as suas regras. Inundou a parte baixa da vila, matou pessoas, provocou muitos estragos e nos anos recentes voltou a provocar graves inundações, como nunca deixou que pudéssemos hastear a bandeira azul de praias limpas na frente de mar.

Ela fala connosco, deixa os seus avisos mas mesmo assim os homens não a percebem. Amigos da Natureza, em Associação, falo da Almargem, fizeram alertas aos promotores do Programa Polis/Câmara e mais tarde à própria Câmara, apontando para a necessidade de se fazer uma intervenção consentânea com estudos cientificamente sustentados, mas não foram ouvidos.

As inteligências negligentes deste Programa levaram a sua avante e em poucos meses presenciaram várias inundações. Nem estes sinais demoveram os técnicos do Polis/Parque Expo e o presidente da Câmara.

No ano passado, em sucessivas irritações, a ribeira provocou a interdição das praias e em Setembro, deu mais uma prova do seu carácter selvagem ao não se contentar em circular nas tubagens que o Polis/Câmara lhe destinaram.

Os responsáveis, conhecidos de todos, na aflição, chamaram um técnico da Universidade do Algarve, que de forma simples, prática e directa, disse tão simplesmente, que nenhuma intervenção na ribeira deveria ser feita sem que se faça um estudo sobre a bacia hidrográfica do Concelho.

A concordância com tão sábias palavras, ainda que possa estar a decorrer tal estudo, não foi cumprida no lançamento da obra de requalificação da EN 395 e construção de um parque de merendas, que implica o encanamento de mais 700 metros da ribeira.

A Lei e o bom senso, determinam que se façam os estudos necessários a estas acções mas tal não aconteceu. O Executivo camarário decidiu avançar com a obra, apresentada solenemente no seu plano de recta final para as eleições. A pressa de apresentar obra não olhou a meios e depois de 30 dias de olho fechado, por parte da Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve, ignorando a “comunicação camarária”, palavras do presidente da Câmara à imprensa, uma denúncia precipita tudo e temos um embargo às costas, com todos os inconvenientes de imagem e de a empresa contratada, alheia às trapalhadas, se sentir no direito de ser ressarcida de estar parada.

A ribeira arranjou-nos mais uma despesa ou foi o Executivo? Mais uma vez querem escrever a sorte da ribeira e ela provou que tem amigos, que a respeitam e conhecem a força da sua ira.

E se estes amigos não conseguirem por a ribeira no seu leito, ela vai encarregar-se de explicar da melhor maneira que sabe: correr por onde sempre o fez e sem aviso prévio, ficando as consequências para os seus domadores amadores, cuja ousadia, para além do seu risco pessoal, vai afectar muitos outros.

Nesta onda, a oposição foi outra vez apanhada descalça à margem da ribeira, da realidade e sem orientação.

Luis Alexandre

23 comentários:

Alvaro de Campos disse...

Cá está, Luis Hermano Alexandre Saraiva, Nascido e criado em Albufeira e com mestrado em História e Hidrografia.

Bem tentas falar no assunto
Não te calas com a ribeira
Mas já todos sabemos...
queres é um tacho em Albufeira.

Mosse Debe disse...

Mosse Debe que eles tem medo de ir pela ribeira abaixo

Anónimo disse...

muito bem dito sr. Alvaro de Campos não há duvida que ele quer mesmo arranjar a força um tacho . se calhar nem da loja dele consegue dar conta. quanto mais de Albufeira

Anónimo disse...

" como nunca deixou que pudéssemos hastear a bandeira azul de praias limpas na frente de mar "

Atenção, a Praia dos Pescadores pelo menos um verão teve Bandeira Azul, salvo erro logo no 1º Ano desse galardão por altura dos Anos 80. Nesse Ano o Sr. Luis não veio cá de férias ou então a sua fonte não lhe dá todas as informações.

puto d`aqui disse...

É com cada besugo a comentar neste fórum. Critica-se o sr Luís Alexandre, dizendo que não é de cá. O Desidério deve ter nascido na Rua nova. O último fala que a Praia dos Pescadores já teve bandeira azul nos anos 80, também o Benfica foi a melhor equipa do mundo nos anos 60.
Critica-se quem está no poder, mas a seguir também se critica quem tenta mudar alguma coisa. De duas uma, temos aqui infiltrados preocupados ou palermas que não têm mais nada para fazer.

Parabéns ao FÓRUM pela preocupação com Albufeira. Há que mobilizar esta gente que só assobia para o ar.

puto d` aqui disse...

Álvaro de campos heterónimo de Fernando Pessoa.
Sabe-se que Fernando Pessoa não dispensava o seu copinho. Será que se comenta por aqui em função do que o bagaço diz?

Em relação ao POST em causa, o que dizer, é a CMA a não fugir ao que nos tem habituado. A pressa é tanta em mostrar obra que se atropelam obrigações. Não é estranho que os parques sejam construídos neste momento, nem que o pavilhão municipal seja inaugurado antes de eleições nem que para isso se acrescentem zeros ao pagamento. As obras na baixa arrastam-se, viva à incompetência municipal!, viva também ao jogo de interesses obscuros que giram em torno do sr presidente e dos grandes construtores, principais investidores eleitorais.

Falta habitação social, por isso não me estranharia se o Desidério entregasse uma série de pré-fabricados a centenas de pessoas como habitação.
Não o fez com os pescadores?

Contem comigo para denunciar boca a boca os podres desta autarquia que apenas tem destruído a cidade onde nasci e cresci. A oposição tem que ser feita pelo comerciante, pelo carteiro, pelo motorista, pelo empregado de mesa, por todos. A oposição(PS) está moribunda, estão completamente fora-de-jogo.

Chega dos tiques salazaristas que reinam no nosso concelho. Esta maioria tem que acabar para o bem de todos nós.

Ana Almeida disse...

A Câmara Municipal, nestas ocasiões, se não quiser perder a face, tem de dar a cara pelos erros cometidos.
O assunto ganhou visibilidade e de nada vale esconder a mão que causou todo este sarilho.
O sr. Álvaro de Campos, mal intencionado, pretende salvar quem e o quê? O que não tem salvação aos olhos da opinião pública? Não será mais consentâneo com a dignidade que estes momentos exigem, falar abertamente com os munícipes?
É melhor que enrolar as palavras e os que não têm culpas.

Anónimo disse...

Ainda dizem que os burros estão em extinção??!!!
Há cada comentário por aqui que até psarece que saíram do refúgio de lagoa!
Então os 'senhores' ainda não PERCEBERAM que a única entidade que tinha conhecimento das irregularidades de licenciamento das obras da ribeira era o PS??
Ainda não perceberam que a denuncia partiu desses senhores para encravar o Desidério???
Por favor abram os olhos....
e quem esteve hoje no Inatel na conferência do Turismo, ouviu o Desidério gago a falar e o David Martins a desancar...
E ainda dizem que estão moribundos??
Não há pior cego do que aquele que não quer ver.................

puto d` aqui disse...

O Deputado nem tem tempo para lamber às botas ao sr 1º ministro, quanto mais para se inteirar dos problemas da nossa cidade.
Ainda alguém acredita no futuro do PS em Albufeira? Eu não.
O Homem nem sabia do embargo da obra... PS em Albufeira é sinónimo de oposição fraca. Se tivéssemos uma oposição forte era garantido que o Desidério ia pastar para outras paragens, mas assim parece que vamos ter que levar com esse emplastro mais uns anos.

Anónimo disse...

A do tacho em albufeira é boa nedota e o que faz o dito Alvaro de campos em em albufeira ? tem cargo na cãmara ou só aprova projectos ? ou é só engraxador ?

brejos

Anónimo disse...

O sr Luis Alexandre é criticado por duas coisas:

-Primeiro- É dono de uma loja fresca.

-Segundo- Quer "tacho"

Pelo que me parece, a referida loja fresca continua com a porta aberta à varios anos e nunca foi vendida ao Intermarché ou transformada em farmácia ou loja de artesanato.Mandando para o desemprego os funcionários.

Em relação ao "tacho", na minha opinião 95% dos politicos não procuram outra coisa.

Devemos pois dar sempre o beneficio da duvida. Até prova em contrario.

J. Freitas

Anónimo disse...

A maioria dos comentários demonstra uma enorme carência de argumentos válidos.
Pessoas comentam, só na base do mundo em que infelizmente nos movemos.
Louvável seria combater o autor refutando os factos apresentados, mas com raciocínios susceptíveis de o contradizer e que a todos convençam.
O insulto barato nada acrescenta e só retrata o autor do comentário.
A lei diz ou não que obras daquela natureza carecem de estudos?
Os estudos foram feitos?
Seria melhor calar?
Não me perece
Isso seria conivência.
Mais coniventes com todos os atropelos que aqui vêm sendo denunciados?
Não.

Meia Laranja

Anónimo disse...

Ó Freitas o homem vendeu a loja há mais de 4 anos e tu andas a dormir? Eu estive lá a beber café a 25 centimos com o novo dono que se diz ficou a dever dinheiro ao Alexandre, estás perdido no tempo e para a vida.
Se ele quer tacho não sei nem é da minha conta mas vimdizer a verdade sobre a loja fresca que o outro já deixou á muito tempo.

Anónimo disse...

esqueci-me de dizer que sou vizinho da loja fresca se quiseres encontrar lá á porta eu dou a cara, stá bem?

Anónimo disse...

Ó anónimo com cara.

Sinceramente não sabia.
Talvez, após a tua explicação deixem de acusar o Sr. de ter uma loja fresca.
Quando eu me encontrar no tempo e na vida, aviso e convido-te para
tomar um café à do Fonseca.( a menos que ele já tenha vendido o snack-bar)
Obrigado

J Freitas

Anónimo disse...

ah Freitas,não sei quem és e nem isso me importa muito mas não é preciso ser muito esperto para ver ao que vens.E quem é o fonseca metido nisto ? é oque te dá informações troca tintas ou vens só para o gozo exquizofrenico ?

Anónimo disse...

O Freitas deve querer um tacho para cozinhar o anónimo que bebe café a 25 cêntimos.

Mas ó freitas cuidado pode ele estar cheio de cafeina.

Anónimo disse...

Ganda LOL

Anónimo disse...

Caros comentadores:

O 'post' está óptimo, serve para desancar na Cãmara, no PS, e por aí fora, para outros fins que nem merecem comenários. Mas...

CADA PAÍS (povo) TEM OS POLÍTICOS QUE MERECEM!!

CADA FORUM TEM OS LEITORES QUE MERECE!!


... E CADA ARTIGO TEM OS COMENTÁRIOS QUE MERECE!

Bom Domingo!

Xico do Páteo

manel do restaurante disse...

Ca ganda conversa!! É bué da fixe a gente ver estes nabos a pedir ao Jaquim da Guia os projectos de especialidades para fazer um quarto para o filho que se divorciou e depois na sabem que precisam de liceça dos do ambiente pa encanar a ribeira. pois é melhor falar lá do gajo da loja fresca do que da ribeira. É difícil arranjar contra-argumentos, pois é na é? Isto é mas é uma republica das bananas e as maiores somos nós que andamos a ver navios. Parece aquela brasileira do anúncio: mi engan qui eu gosto, vai!

Anónimo disse...

Já sei porque és vizinho da loja fresca.
Com essa educação, certamente moras na cavalariça do Sr Frederico Monteiro.

J Freitas

Anónimo disse...

desde que me lembro cada vez que chove muito o lixo que está na ribeira vem dar á praia e eu lembro-me nos tempos em que o sr Luis Alexandre não andava por Albufeira ele e muito dos comentadores deste Forum a água até ia buscar ao pocilgo do xequeta e trazia os porcos mortos para a praia será que o presidente tem tambem culpa? e quanto ao Srº putodaqui e quanto ás casasvque a camara foi obrigada a dar aos ciganos que montaram tendas junto ao clube de pesca nos terrenos da Stª Casa da Mesiricórdia cuja provedora até foi agraciada com uma medalha de mérito pele antigo presidente da republica Srº Jorge Sampaio . e que neste preciso momento já está cheia de novo com a dita etnia! (não sou xenofabo)sou sim contra a desigualdade que existe dão~se casas va eles com rendas de 3 € ou menos porque é a Stª Casa e temos que ter pena mas penso eu que fazer casas para isto não vale a pena . e toda a gente têm o direito de ter uma casa para habitar . agora assim NÃO

José disse...

Depois das cheias, com muita ou com pouca chuva, com marés mais e ainda mais sol a cobrir e remediar os desastres desta terra, Desidério e companhia resolveu "domesticar" o ribeiro!
Não ler e interpretar os efeitos desta "política" PSD significa que a população de Albufeira só se interessa com a sua barriga, com dinheiro e bens económicos. O ribeiro é uma ilustração, um postal ilustrado da sabedoria e estratégia política do PSD de Albufeira. Quem não conseguir entender isto vai ter que engolir por mais anos as chuvadas que o Desidério resolve com a nossa fé e crença. A todos desejo alguma reflexão calma e prudente. Já há 8 anos que a venho fazendo e posso dizer, "basta"! Este homem que nos governa não tem inteligência para horizontes largos, saudáveis e simples. A simplicidade neste homem foi sempre vaidade para proveito próprio. É NOJENTO que esta população se deixe "lamber" por tudo o que serve, a cada género de pessoa; seja dinheiro (associações), seja autorizações (construções que o filho e o sobrinho vão alimentando!); seja bailaricos e jantaradas etc...
Espero muito do PS de Albufeira que não é necessariamente o mesmo que está no governo. David Martins é um Jovem bem adulto, feito e formado pela vida, sem bajulações de ninguém. Quem não conseguir crer no futuro através destes novos homens, é melhor juntar-se ao Desidério a choramingar nos festivais de fado, e a carpir a "Albufeira" que me viu nascer!... Que giro!? Deixem o homem do PSD tomar ainda mais conta da alegria que ele sente no rebentar dum foguete.