sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

UM TEMA RECORRENTE. O MEDO E AS MAIORIAS ABSOLUTAS.




"O que valem as palavras dos senhores Silva, Augusto Santos Silva e Desidério Jorge Silva."



Nos últimos tempos e com maior insistência nos últimos dias, curiosamente este sentimento, o medo, teve uma subida de tom, através de declarações, onde as palavras assumem um enorme significado, porque proferidas intencionalmente para travar opiniões diferentes.

O ministro dos assuntos parlamentares, Augusto Santos Silva, resolveu subir o grau de intimidação social, ao olhar para os Partidos à sua mão esquerda e invectivá-los com considerações menos abonatórias.

O Partido Socialista já enfrenta acusações internas de destacados militantes seus, de falta de democracia interna e perseguição às ideias desalinhadas da direcção e o caso Freeport, pelos vistos, veio aumentar o nervosismo e o descontrole verbal, que corresponde com certeza a um estado de alma.

Esta semana em Albufeira, deu-se um caso algo semelhante, no estilo e na forma e com recurso às palavras que têm sempre um valor interpretativo.

Abordado em sessão pública do Executivo da Câmara Municipal, o presidente, Desidério Jorge Silva, apenas por alimentar contradições ideológicas com o interpelador, respondeu seco, evasivo e sem qualquer intenção de satisfazer as perguntas de forma objectiva, como é sua responsabilidade no exercício do cargo e do intuito institucional da reunião.

Uma das perguntas, sobre a prostituição na EN125, ficou-se por um escrevi ao ministro e, na segunda, quem legalizou as terraplanagens em São Rafael, que o assunto é da responsabilidade da CCDRA. E mais não disse!

Um dos traços comuns destes dois comportamentos, oriundos de responsáveis dos dois principais Partidos do espectro político nacional, PS e PSD, e ainda que em níveis diferentes, são a grosseria e o desrespeito pela democracia, atitudes que os eleitores não gostam.

Outro traço comum, é a sobranceria que estes eleitos do PS e PSD exibem sobre os seus adversários, apoiados em maiorias absolutas, que estes senhores confundem e em vez de as entenderem como uma maior responsabilidade, aproveitam para achincalhar e furtarem-se a responder com sentido às questões que lhes são colocadas.

Dentro dos próprios Partidos e do organismo Câmara Municipal de Albufeira, cultiva-se o silêncio e a obediência acritica, que os chefes têm sempre razão.

Estes são sintomas perigosos, subvertem os valores da dialéctica como factor de transformação e crescimento e aproximam-se do estilo do Estado Novo, de má memória!


FORUM ALBUFEIRA

11 comentários:

Mosse Debe disse...

Mosse Debe até eu que sou de pouca instrução tou de acordo que nos organismo é comer e calara pro emprego na ir A vida.

Anónimo disse...

Com a maioria absoluta do PSD, na cãmara os funcionários teem medo de abrir a boca e fecham os olhos a muita podre que lá se passa. As paredes teem ouvidos e há bufos que trabalham pros chefes que como não querem perder o tacho agacham-se e o presidente vai fazendo tudo.

anónimo de cá disse...

O centrão no seu melhor ou a degenerescencia do centrão.
Títulos para filmes de terror de trazer por casa.

green disse...

sim, tem tudo bue medo... com o luis a camara vai entrar nos eixos e vão ser osmelhores funcionarios publicos do mundo... acordem pra vida... por muito pouco que achem que o didi fez, fez muito mais que qq um. Tenham juizo

Anónimo disse...

oh green tu tás é amarelo a verdade põe-te azul tambem recebeste a mantinha laranja, ou foi o bolo rei ?

Anónimo disse...

Olhem lá... em vez de falarem só no Presidente e nas pessoas que lá estão e que toda a gente já conhece e sabe com o que conta... porque é que ninguém fala sobre o Sr. Luis e na excelente pessoa, cheia de principios, cumpridora dos seus deveres e cheia de vontade de ajudar o próximo que ele é?
Sim! se há dúvidas.. estou a ser irónico...

Anónimo disse...

o anónimo deixame rir hahahaha

rosária m. disse...

Já começam os ataques baixos? Vir a este espaço público fazer insinuações sobre a vida pessoal das pessoas sem apresentar factos e provas,´é ignóbil e só mostra que a verdade política incomoda.
Sr. anónimo das 12:39, sabemos que não tem coragem de dar a cara e que virá aqui muitas vezes mostrar a sua personalidade retorcida e pela parte que me toca, de cidadã e eleitora livre, estarei sempre pronta para o combater, no campo das ideias é claro. E venha mais vezes mas não seja tão pobre, mostre que tem alguma coisa na cabeça... é pedir muito?

Anónimo disse...

freeport=Faceal ?

Anónimo disse...

Quem é esse tal Luís?... algum candidato?... agradeço que alguém que o conheça nos apresente aqui essa pessoa.
Agradecida

Fernanda Peres disse...

Oh, Senhora das 23.26h, que está agradecida...
O senhor sobre o qual se interroga é um membro fundador que faz parte das setenta e tal pessoas que constituem este FORUM e que deram origem a este BLOG. É comerciante há mais de 20 anos em Albufeira e é alguém a quem recorrem diariamente, em busca de apoio, dezenas de comerciantes, gerentes e funcionários do pouco que resta no centro de Albufeira.
Exageradamente realista, crítico, difícil de digerir, pois... incómodo, indigesto, controverso, alvo a abater...

Estranho é que lhe vão bater sempre à porta a pedir ajuda e a pedir que os represente e defenda.

Candidato??? Pergunte-lhe que ele lhe responderá certamente.
Se o for algum dia não será certamente à procura de protagonismo, mas porque pessoas lhe deram um papel central... Era assim que deveria ser, não?

Mas, vá, pergunte-lhe que ele responde-lhe, melhor que eu, sobre a sua identidade e intenções!!

Que inspira medo, isso já se viu...