sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

MUSEU DO BARROCAL. PROMESSA NÃO CUMPRIDA ESCONDE-SE ATRÁS DO NOME DE SIZA VIEIRA!

uma casa histórica a merecer uma acção histórica. Siza Vieira vai fazer um bom trabalho e dignificar Albufeira. O resto é que deixa a desejar...


O Presidente-candidato, Desidério Silva, altamente interessado em manter a família laranja nos comandos do Executivo camarário, recorre, como todos os outros pelo País fora, a todos os meios para esconder a sua inoperância e a falta de um projecto estratégico para o desenvolvimento do Concelho.


Um dos meios mais usuais é usar todo o tipo de imprensa, onde possa penetrar para veicular a sua campanha de propaganda. Há dias distribuiu uma nota prometendo 100 hectares de verdes e em quatro anos fez 2. Agora, cavalga o nome sonante do arquitecto Siza Vieira, para anunciar o Museu do Barrocal, em Paderne.

O Museu foi ideia de uma sua vereadora, entretanto afastada desta vereação, foi prometida para este mandato em curso, mas não foi executada!

Para abafar mais este falhanço, cuja promessa é renovada para o próximo mandato e para os próximos orçamentos, o presidente Desidério socorre-se do nome do arquitecto, em mais uma manobra para induzir os munícipes a pensarem, de que foi preciso esperar ou negociar para ter tão ilustre nome ligado ao projecto.

O arquitecto é alheio a este tipo de manobras como pessoa limpa de processos e usa-se o valor do seu trabalho, de forma a servir de desculpas para o imcumprimento de uma promessa.


FORUM ALBUFEIRA

15 comentários:

Anónimo disse...

Esta promessa é igual á dos cabos electricos nos Caliços. Qualquer dia faz-se...e antes levamos com as desculpas esfarrapadas.

Anónimo disse...

quando foram feitas as casas nos Caliços já os cabos de alta tensão lá estavam portanto que os mandou fazer as casas terá sido o presidente Disidério ?

Anónimo disse...

Ao Anónimo da 21:53,

Será que quando se contruiram as casas já se tinham as informações que hoje se tem sobre os efeitos sobre a saúde das linhas de alta tensão? Será que estas pessoas já estavam esclarecidas e informadas?

Para o Senhor haverá ou não o direito a mudar de opinião?

AT

Anónimo disse...

O Senhor Desidério Silva, cuja profissão se desconhece, para além de nos ultimos 12 anos comer à mesa do orçamento municipal, primeiro à pala do Presidente Catuna a quem passou a perna, e nos ultimos 8 anos como mandatário de interesses vários, consegue fazer uma gestão ruinosa que deixa o concelho pior do que estava quando para lá entrou. O Arquitecto Sisa Viera tem mais com que se preocupar e certamente nem saberá que este senhor andará utilizando o seu nome de forma abusiva para se cobrir de uma coisa que não tem - cultura, pois os seus conhecimentos nesta matéria não vão além do b àcer bá. Há limites para tudo, mesmo para a ignorância, não vá o Sapateiro além da Chinela.

firmino disse...

A Avezinha dontem dá grande destauque à noticia e não pergunta nada porque é que a promessa do desiderio não foi ainda cumprida. os jornais daterra estão mesmo caidinhos pelo dinheiro que vem da camara e falar de independencia é mentira. O homem tem tudo na mão e o dinheiro da camara é mais que suficiente para trazer muita gente pela trela.

rosaria m. disse...

O arquitecto Siza Vieira, tanto quanto eu percebo dele não vai gostar muito de ser usado eleitoralmente e deve estar a milhas destas jogadas. este sr. Desiderio é mesmo capaz de todo o tipo de jogadas.
O Museu do Barrocal anda aos trambolhões desde as últimas eleições e foi mesmo prometido para este mandato. Será que já ninguém leva a mal este estilo de governação?

Anónimo disse...

O JORNAL AVEZINHA, infelizmente seguiu o mesmo caminho do noticias de albufeira dum tal machado sem corte, completamente vendido aos dinheiros da autarquia e dos hoteleiros que agora estão a por os trabalhadores na rua aproveitando a falsa crise porque têm os bolsos cheios. O Desidério também cortou as asas à AVEZINHA com chantagem de fechar a torneira do dinheiro que não lhe pertence é do povo de Albufeira.

Anónimo disse...

SRº Anonimo das 23:02 por aquilo que eu ouvi dizer eles sabiam o mal que aquilo faz mas foram em frente e agora sofrem as consequencias . e têm todo o direito de mudar de opinião e de reclamar

Anónimo disse...

Quando as pessoas foram para ali já havia alei que proibe aquelas centrais de alta tensão dentro das cidades, isto é o que interessa. A Câmara é que não pode leicensear uma área sem ter cumprido as suas responsabilidades legais ou se fez promessas tem de as cumprir. Certo?

carlos

Anónimo disse...

A saber:

Trabalho: A profissão do actual presidente da Cãmara de Albufeira, antes de ser "político" a pedido das hostes que não tinham (nem têm) niguém com a "lata" deste senhor, era... desenhador da construção civil. Trabalhava para patrões que agora precisam dele... Isso diz-vos alguma coisa? Ah, também teve uma papelaria, com lápis, papel e borracha, e alguns jornais.
Depois o actual presidente da Assembleia Municipal não tinha carisma para a "coisa" da política, e pediu ao Didi para ver se fazia alguma coisa pelo PSD em Albufeira, que estava em letargia absoluta 8como ainda continua - só o 'tacho' é que mexe).
Entretanto o PS mumificou, com Santos da Serra & Companhia.
De repente, os eleitores ficaram confusos e, assim nasceu um político.

Avezinha: O Director deste jornal é um conhecido e antigo militante do PSD. Já foi também candidato no tempo do Xufre, e foi vereador por algum tempo. Mas o homem não tem paciência para as politiquices e deu o fora. è evidente que não pode trais a sua ideologia, e como se sabe TODOS os jornais concelhios dependem das Câmaras. Este, não pode ser diferente.
Até o jornal "Barlavento" de expansão regional está ligado ao PSD... E tomem o exemplo daquela revista que houve em tempos, o Magazine do Algarve, que pela sua independência que tinha da política ficou pelo caminho com os cortes de publicidade nas Câmaras, e por abrir o bico demais com as denúncias que fazia, e faz falta.
É assim a vida em Portugal, e não é só no Algarve.
Só vai para político quem não sabe fazer MAIS NADA!!

Xico do Páteo

Anónimo disse...

Outra coisa: (já escrita)

O Forum Albufeira se quer ser interveniente e activo na vida do Concelho (como eu gostava que fosse!!!...) já devia ter-se transformado em Movimento Cívico associativo e APARTIDÁRIO (agora é tarde), para poder intervir com autonomia e representatividade junto das autoridades e da população.
Escrever só na net não chega!!!
Não há nem vai haver candidatos independentes em Albufeira às próximas eleições.
Arranjar assinaturas, será fácil, mas uma candidatura custa milhões, e só os Partidos têm essa possibilidade. E basta ver a triste figura que fez o F.Anastácio, só porque ninguém foi com a cara do homem, que poderá ser uma excelente pessoa.
Mas não chegou!
É preciso ter OUTRO currículo, ideias, e não basta parecer sério.
Tem de inspirar confiança.
Onde está? Existem pessoas para isso, eu sei.
Uma talvez o actual candidato do PS consiga fazer o trabalho de casa em condições, e retirar a maioria ao PSD, ficar como vereador para ganhar a câmara em 2013.
Até lá, meus amigos, esgatanhem-se, mas o Didi até já foi corodado Rei em Paderne.
E pelo que consta, a farra vai repetir-se no centro (destruido) de Albufeira.
Quem te viu e quem te vê......

Xico do Páteo

Anónimo disse...

O Xico do Páteo praticamente já disse tudo! e BEM.

Resta salientar uma coisa: a foto acima mencionada da casa em ruína em Paderne, onde julgo que supostamente é onde querem fazer o tal museo, está naquele estado há vários anos, e curiosamente, sempre nas vesperas das eleições há sempre projectos para arranjar/transformar aquela ruína.
Nestas eleições arranjaram um museo. Daqui a 4 anos, aquilo vai manter-se na mesma e terá outro projecto tambem apelativo como promessa eleitoral.

Anónimo disse...

A medida da transformação do edifício em Museu do Barrocal que a imagem mostra só pode ser considerada uma medida positiva para recuperar o interior do concelho de Albufeira. O exterior vai ser recuperado mas com a traça original e o interior é que vai ser modernizado. Duvido muito que o Arq Siza Vieira não esteja interessado neste projecto e que não tenha sido uma aposta bem feita, em primeiro lugar pelo factor de atracção de turistas no futuro para visitarem o Museu pois é o arq. português mais reconhecido em Portugal e no estrangeiro.

Anónimo disse...

O Museu do Barrocal é importante. Os visitantes para Paderne e o Concelho também.

O arq. Siza Vieira é sem dúvida uma mais valia para os objectivos mas não deve é gostar de ver usado o seu nome para abafar protestos por promessas não cumpridas.

O anónimo das 15:02 é um esponja a soldo de quem? Da mentira é claro!
Mais uma promessa não cumprida é o que todos já percebemos e como incomoda é preciso um emissário da contra informação.

A procissão ainda vai no adro...

professor

REMEXIDO HOJE disse...

O projecto do Museu do Barrocal vem desde quando o pelouro da cultura era ocupado pela Drª. Ana Vidigal. Foi ela quem fez a proposta em reunião de Câmara (está em acta) e igualmente propôs o nome de Siza Vieira.
Assim como também foi trabalho dela o GAJ que tanta promoção tem dado ao executivo laranja com o trabalho de meia dúzia de jovens, mesmo depois dela ter sido corrida "com indecente e má figura" de quem se apoiou nela para angariar os primeiros votos.
Mas isso é já passado, embora não deva ser esquecido, para saber-mos com quem estamos a lidar.
Depois deste tempo todo virem "desenterrar" agora esse projecto do Museu é puro oportunismo político, como aliás tudo tem sido com este executivo DESDE O 1º. DIA QUE OCUPOU A CMA.
Já era tempo dos albufeirenses terem "as coisas" no sítio, e meterem cada macaco no seu galho!
Mas não, cada um quer o seu poleiro e promoção pessoal, enquanto a maioria do povo anda a berrar, e a ficar com uma mão à frente e outra atrás.
Por mim, estou bem arrependido de não ter imigrado, quando era tempo...

Xico do Páteo