sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS - O BANCO DO POVO

v...batendo as asas pela noite calada... vêm em bandos,
com pés de veludo...» Os Vampiros do Século XXI:



A Caixa Geral de Depósitos (CGD) está a enviar aos
seus clientes mais modestos uma circular que deveria fazer
corar de vergonha os administradores - principescamente
pagos - daquela instituição bancária.
A carta da CGD começa, como mandam as boas regras
de marketing, por reafirmar o empenho do Banco em
oferecer aos seus clientes as melhores condições de preço
qualidade em toda a gama de prestação de serviços,
incluindo no que respeita a despesas de manutenção nas
contas à ordem.
As palavras de circunstância não chegam sequer a
suscitar qualquer tipo de ilusões, dado que após novo
parágrafo sobre racionalização e eficiência da gestão de
contas, o estimado/a cliente é confrontado com a
informação de que, para continuar a usufruir da isenção da
comissão de despesas de manutenção, terá de ter em cada
trimestre um saldo médio superior a EUR1000,
ter crédito
de vencimento ou ter aplicações financeiras associadas à
respectiva conta.
Ora sucede que muitas contas da CGD,designadamente
de pensionistas e reformados, são abertas por imposição
legal.
É o caso de um reformado por invalidez e quase
septuagenário, que sobrevive com uma pensão de
EUR243,45 - que para ter direito ao piedoso subsídio diário
de EUR 7,57 (sete euros e cinquenta e sete cêntimos!) foi
forçado a abrir conta na CGD por determinação expressa da
Segurança Social para receber a reforma.
Como se compreende, casos como este - e muitos são
os portugueses que vivem abaixo ou no limiar da pobreza -
não podem, de todo, preencher os requisitos impostos pela
CGD e tão pouco dar-se ao luxo de pagar despesas de
manutenção de uma conta que foram constrangidos a abrir
para acolher a sua miséria.
O mais escandaloso é que seja justamente uma
instituição bancária que ano após ano apresenta lucros
fabulosos e que aposenta os seus administradores, mesmo
quando efémeros, com «obscenas» pensões (para citar
Bagão Félix), a vir exigir a quem mal consegue sobreviver
que contribua para engordar os seus lautos proventos.

É sem dúvida uma situação ridícula e vergonhosa,
como lhe chama o nosso leitor, mas as palavras sabem a
pouco quando se trata de denunciar tamanha indignidade.
Esta é a face brutal do capitalismo selvagem que nos
servem sob a capa da democracia, em que até a esmola
paga taxa.
Sem respeito pela dignidade humana e sem qualquer
resquício de decência, com o único objectivo de acumular
mais e mais lucros, eis os administradores de sucesso.
Medita e divulga... Mas divulga mesmo por favor...
Cidadania é fazê-lo, é demonstrar esta pouca vergonha que
nos atira para a miserabilidade social.
Este tipo de comentário não aparece nos jornais, tv's e
rádios... Porque será???

10 comentários:

João Santos disse...

É escandaloso que nos roubem por toda a parte. E são sempre aqueles que menos têm e que menos podem que pagam a tal da crise, passando fome e vendo os seus a passar mal. E estes tostões, aos olhos dos grandes senhores, são vidas de trabalho suado dadas pelo engrandecimento de um país. E são também migalhas valiosas roubadas para pagar ordenados de facto obscenos! Chamem-lhe despesas de manutenção ou o que quiserem, mas só paga aquele que não tem, porque a taxa não se aplica àquele que tem o saldo médio considerado satisfatório.

O que é mais assustador é que já ninguém neste país parece ter vergonha de roubar, de extorquir de quem não tem, de quem não pode. Instituições, entidades públicas, e até privadas na senda da ambição de numerário passam por cima dos mias básicos valores da ética humana, da cidadania e da solidariedade social. O cidadão é o peão caído no tabuleiro atropelado pelas peças mais altas do tabuleiro.
É a carnívora busca do mais elevado dos lugares disponíveis. É a lei do mais forte que preconizou Darwin levada ao extremo,e por isso, à insensatez, à desumanização do homem.

Anónimo disse...

penso que foi verdade mas não sei á quanto tempo e com quem foi, uma conversa entre 2 politicos:
- a crise (ou o desfalque) é grave e vamos ter que dividir os prejuizos...
- isso é facil, os pobres que a paguem, porque são muitos e a dividir por todos dá um valor mais baixo a cada um, do que se fosse só entre nós.

ass: contribuinte

Anónimo disse...

Já li este trecho sobre a CGD noutro local...
Atenção: Plagiar é FEIO!!!
Ou então tenham a ética de divulgar as fontes, se querem armar-se em 'jornaleiros'...
Já nos chega o fotógrafo!!!

Anónimo disse...

O quê??

Plagiar não é feio, É CRIME!

E mostra o grau cultural de quem o faz, e onde estamos.

forum albufeira disse...

O texto foi elaborado para circular na Net e quem nos solicitou a sua divulgação, ao que anuímos de pronto dado a importância do tema, não nos forneceu a sua origem.
Ao publicar a peça, que não está assinada pelo Forum, como é costume, o que entendemos relevante é provocar a discussão e fazer soltar as vossas opiniões, que sempre apreciamos.

FORUM ALBUFEIRA

Anónimo disse...

A CGD não é o único banco a aplicar regras de roubalheira em cima dos que não se podem defender e o que é grave são os organismos que deviam controlar tudo e não o fazem.
O que é grave são os orgãos do poder não fazerem nada para mudar a situação que é conhecida. Isto é roubo e ainda queriam levar dinheiro por cada movimento de cartão multibanco e era uma mina. Em Portugal só vale a força do dinheiro e a populaça que é ignorante que se aguente.

brejos

Anónimo disse...

plagiar é feio?
depende...as mesmas pessoas que acham que é feio ou que é crime vão fazendo o mesmo no dia a dia e no entanto ficam contentes com os argumentos que apresentam aos outros sem se aperceberem que estão a falar do que já ouviram.
o que é feio e crime é ganhar dinheiro com isso.
não tou a defenfer o forum nem tou contra os do contra o forum, gosto de ler o que aqui se passa mas gostava de ler tambem mais os do contra (sem ser só os comentarios do genero "jornaleiros e fotografos") apresentem argumentos que possam contradizer para que seja possivel avaliar melhor uns e outros.
ass: Olheiro

Anónimo disse...

"....Este blog não tem crédito nenhum, é pura demagogia, pois toda a gente, pouca por sinal, que o lê sabe que interesses defende.
E mais não digo!
Embruteção à vontade...."
.................................
fui atrás buscar mais este comentário só para comparar,
o assunto é a falta de segurança, que infelismente não é só em Albufeira e não é culpa das autoridades que os apanham (os mesmos) 2 vezes no mesmo dia e os veem sair do tribunal enquanto o policia ou gnr fica lá dentro a escrever relatorios...mas os "aspirantes ou pseudo politicos (?)" limitam-se a dizer:
""""....Este blog não tem crédito nenhum, é pura demagogia....etc"""

Anónimo disse...

(des) TEMIDO

O QUE EU MAIS GOSTO DE LER QUANDO PASSO OS OLHOS NESTE BLOG, É O PERFIL (fantasma) DO ADMINISTRADOR!!

LOGO AÍ SE VÊ A CORÁGEM DESTES PSEUDOS SALVADORES DA (tacho) PÁTRIA, COM FÓRUNS QUE DE DISCUSSÃO SÓ TÊM O NOME, AGARRADOS ÀS PRESIDÊNCIAS DAS CAPELINHAS ASSOCIATIVAS!!

ATÉ PARECE QUE JÁ CHEGÁMOS À MADEIRA!!!

OU PASSARAM POR LÁ???

Dassssssssssssssssss.........

(Fantas-minho)

Anónimo disse...

É pena que o comentador (des) TEMIDO das 18.52h não tenha mais o que fazer do que copiar e colar a mesma mensagem após cada notícia que aqui se publica. Talvez fosse mais útil dizer algo que contribuisse para a discussão daquilo que está mal. Ou fazer sugestões sobre o que se pode fazer para mudar.