sábado, 13 de dezembro de 2008

ALBUFEIRA A PÃO E LARANJAS... AO QUE CHEGÁMOS...

Esta é mais do que uma simples história de laranjas...

(clique nas fotografias para ampliar)


Os comerciantes não aguentam as despesas e têm de se defender...



Ao ponto a que chegámos... e a culpa é do vento...


Mais laranjas para a Câmara?
Não! Ali não há crise!



A sazonalidade está a esmagar-nos.

A cidade cresceu de mais.

A construção sem parar, consumiu as energias e poupanças dos Portugueses e agora não há dinheiro nos Bancos para nada... e temos mais 8.000 casas novas vazias a somar aos milhares que ficam a cheirar a mofo em 8 ou 9 meses do ano.

Sem gente a circular, não há negócio.

Quem defendeu e aplicou esta política?

Quem tramou o Comércio e a Restauração da cidade?

O vento não foi de certeza!

E nas inundações, é claro, foi a estúpida da chuva!

E nos negócios das Areias de S. João e Av. Sá Carneiro? Quem abandonou esta gente?



FORUM ALBUFEIRA

17 comentários:

Anónimo disse...

a morte da baixa de Albufeira não começou com esta camara apesar de ter dado cabo do resto. a morte começou quando se retirou o mercado da baixa a partir dai foi um fim anunciado especialmente no inverno´. quem precisa de vir a Albufeira vai á merceeiria do Belmiro no modelo ou ao mini mercado que ele tem na Guia

política à moda de albufeira (32) disse...

Com o tiro de partida dado para as eleições autárquicas, sucedem-se os almoços e jantares de vassalagem, de intriga e conspiração e os interesses da população nunca têm lugar à mesa. São os almoços do regime.
Uma coisa podemos afirmar: as próximas eleições não se vão fazer nos mesmos cenários de adormecimento e lançamento de ilusões para cima do eleitorado.
A discussão política, a discussão dos problemas do Concelho vão subir ao palco e os candidatos vão ter de assumir propostas e planos que dêem respostas.
O confronto de ideias está desde já marcado.
Os candidatos terão de se preparar muito bem, porque a população e as forças económicas vão estar particularmente atentas e exigentes.
Os acicates para as eleições são, até que ponto vai o PSD resistir a tantos erros que não são possíveis esconder com as inaugurações eleitoralistas.

Mosse Debe disse...

Mosse debe, tanta laranja á solta e até o camião da Câmara parece andar a vender laranjas do chão e será que quer dizer que há laranjas a mais na Câmara ? E a cena das lojas a venderem laranjas só mostra que Albufeira tem qualidade de vida e come e vende fruta 100% natural. E a Cãmara não podia levar esta fotografia às feiras e matávamos dois coelhos com uma cajadada.

mais uma vítima disse...

As notícias que este forum tem publicado e então estas fotos têm mostrado o desastre que se está a passar por toda a Albufeira. Podem dizer que a culpa é da crise mundial, mas antes Albufeira estrabuchava no Inverno, mas lá ía vivendo com os de cá, e agora? Nem os de cá aqui passam. Vão direitinhos para o shoping e para o modelo como diz o jornalista do forum! Mas, afinal porque é que a autarquia não pára de construir grandes empreendimentos e superficies e ainda está a planear mais 80% de construção para Albufeira? O tal do P.U. será motivador de desenvolvimento para o futuro de Albufeira? De quê? Do betão? Da especulação imobiliária? Ou será o desastre que já se está a sentir de modo muito agudo?
Afinal, é de construção imparável que Albufeira precisa? Os comerciantes de roupas e sapatos a vender laranjas???...

Pois, talvez esteja na hora de o Senhor Presidente pensar, ou repensar, os erros do executivo antecessor que começou por deixar construir as primeiras aberrações modernas de betão no centro histórico e nas arribas, arrancou as árvores centenárias da Meia Laranja, destruiu o seu lago circular com os peixes vermelhos e tirou os avós de Albufeira a vender os figos, as amêndoas, os legumes e a fruta fresca da frente do Labisa, e sabe-se lá que mais... que se somaram ao esturrilho de decisões graves tomadas por técnicos e mais técnicos de todos os cantos do país, que nos últimos anos têm gerido os destinos de Albufeira. Estamos a definhar todos, por toda a parte do concelho. São os agricultores de Paderne e Guia, os pescadores dos Olhos de Água e de Albufeira, os comerciantes e a restauração da baixa, da Sá Carneiro, de Olhos de Água... Que irão fazer nestes próximos meses? Como irão sobreviver, educar os filhos, pagar fornecedores, contabilidade, bancos e impostos? Quem irá resistir às consequências de tantas políticas expansionistas e modernistas?

E perante este pano de fundo, anunciam-se mais cinco mil fogos, um novo HIPER CENTRO COMERCIAL junto ao já existente na Guia - um fenómeno comercial nunca antes visto!!!- e não se sabe quantos hoteis e blocos de apartamentos turísticos?

Alguém já viu os Olhos de Água? E a os Salgados? Vamos ter uma Torremolinos em breve... nem areia vai sobrar! Só o mar para engolir os erros humanos... Cuidado, a natureza responde, cíclica e catastroficamente.

A incongruência reina e nós definhamos. Será que ninguém acorda para o desastre que se está a perpetrar? Será que os negócios milionários são o mais importante para o futuro de Albufeira? Só o dinheiro importa?...

Anónimo disse...

o sr. que assina mais uma vitima está enganado em relação ás arvores e o lago dos peixes na meia laranja . quem deu cabo daquilo foi o executivo do sr. Xavier Xufre e não esta camara. esta só acabou com o resto que lá estava

Anónimo disse...

Albufeira é governada por gente que nunca respeitou os valores da terra, derretem milhões em festas e apoios de caracter duvidoso, vão de braço dado para os almoços e jantares para planearem mais construção e mais milhões de lucros e casas para os pobres só lá para o ano é que vão começar e sempre fora da cidade que é para não ferirem os "ricos" da cidade. O que vai dentro de mim não é só tristeza e tenho medo da minha raiva, de ver como somos enganados por palavrinhas mansas.

Tobias, o sábio

Anónimo disse...

estas fotografias chocam qualquer um, menos os da Câmara, que são os culpados disto e se pensam que só vai miseria nos comerciantes estão enganados, porque há muita gente desempregada a passar fome em casa e que não tem dinheiro para as rendas que são muitocaras e a luz e o telefone vão ser cortados e já não são só os ciganos que vão às ajudas, tudo isto nas nossas barbas e na cidade com mais qualidade de vida, pelo menos quando os donos das casas boas aparecem por cá.
tenho vizinhos que precisam de ajuda mas ainda não pedem e eu respeito a sua vergonha e espero não passar por isto.

simplesmente cidadão

anónimo de cá disse...

Binguem pode ficar indiferente a estas imagens.

Nem as mezinhas que a Câmara finalmente decidiu levar até à baixa, são capazes de afastar o sofrimento e abandono a que chegou aquela parte da cidade.
Não há memória de tanto abandono e não venham dizer que a crise de Setembro é que é responsável, não vamos em conversas de políticos provincianos e conscientes dos males que provocaram nos outros.
Pensem comigo, até quando vamos aceitar que o céu laranja desabe sobre nós ?

Anónimo disse...

Caros Albufeirenses,

A Sociedade Civil tem que impôr ao políticos que façam alguma coisa, já que os políticos do Bloco Central, estão pouco peocupados com o POVO, vivem da "mama" dos interesses instalados.

Há que dar Força a este Fórum como espaço da Sociedade Civil para dar voz aos interesses do POVO.

Identificar quem foram os responsáveis (PS&PSD) por esta situação e penalizá-los na altura das eleições, não votando nestes partidos.

FORÇA FORUM

Anónimo disse...

Então, ainda ninguém leu o que vem no jornal Público de hoje, sobre Albufeira?

As "Manobras" de "empresários da praça" , parece que dentro da legalidade.

Como é possível desmatações dentro do Domínio Público Marítimo? Que "Granda Nóia"?

Manobras

Anónimo disse...

São Rafael é deles?Deixem-nos que ficamos sem praia?

Não têm escrúpulos estes?...

Gaivota

socrates disse...

Este Forum vai ser o grande farol da vida dos albufeirenses, já não tenho dúvidas. Vou ajudar com as minhas modestas opiniões, mas quero ajudar. Concordo com o Tobias o sábio e tambem tenho medo da minha raiva. E pensar que já andei embeiçado com esta gente que nos vai empobrecendo de dia para dia e sem remorços. Não vou mais neste filme e pelo menos posso divulgar o Forum e pedir aos meus amigos e colegas que escrevam para aqui tudo o que sabem de patifarias feitas por estes senhores.Obrigado por me deixarem desabafar e não vou embora sem uma palavra amiga para todos os que estão a sofrer com a cidade e com as suas vidas que todos sabemos estão a correr mal.
Façam um bom trabalho.

ana almeida disse...

Os sinais da crise em Albufeira vêm de há alguns anos, porque há vários Invernos que os comerciantes, em bom número, se vêem obrigados a recorrer à Banca para se aguentarem e estão a fazê-lo cada vez mais cedo. Isto quer dizer qualquer coisa, não? Daqui para a frente e neste Inverno sem receitas e com a recusa bancária a muitos negócios dependentes, não podemos falar de sinais de crise mas clara degradação da vida numa parte importante da actividade económica.
Na Banca não temos a mesma disponibilidade de apoio, o elevado incumprimento reduz as margens e sem dinheiro vem a ruptura. O próximo ano turístico está longe, as contas caem todos os meses e espera-se grande quebra na afluência de visitantes.
O desemprego e o emprego precário e sem regalias, podem tomar conta da vida da cidade e aumentarem os níveis de pobreza e esta Câmara Municipal tem algum programa para lhe fazer frente ou para ajudar o tecido económico?
Esta Câmara tem capacidade para perceber o que se passa à sua volta?

Anónimo disse...

O quê? Os pinheiros poucos que restam em São Rafael andam a ser arrancados? Isto está demais. O que éqque vou dizer no próximo verão ao meu filho quando ele quiser fazer a festa de anos lá nos pinheiros comos amigos. P... nem dá pacreditar.

Quanto às laranjas, são sinal de muita fome e não sei o que esta camara rica vai fazer a isto. nada já é habitual.

morador da Galé

a.m.g. disse...

Não havia necessidade de chegarmos tão baixo e não sei se ficamos por aqui.
E aquela camioneta é ela que anda a distribuir as laranjas da Câmara para ajudar os comerciantes? Será que a Cãmara percebendo a crise se antecipou com esta medida deveras inteligente. Como vêem nem tudo é mau nesta Câmara. Esta Câmara laranja está sempre em cima do acontecimento e das pessoas. Nos últimos sete anos como a laranja tem muita vitamina C a Câmara usou este factor C para tirar mais gente da fome e deu-lhes um lugarzito na administração.
Quem disse que as laranjas são um problema?

Anónimo disse...

O amg aproveitou bem o efeito laranja, deu-lhe graça e mostrou como o factor C é uma arma de propaganda que de voto em voto enche o Desidério o papo.

O mundo laranja não tem limites, nem o céu que é deles e na festa de natal dos funcionários a oferta tinha uma toalha laranja.

A obssessão laranja está por todo o lado.

Os comerciantes só vendem laranjas por necessidade, porque o pomar está em crise e muitas laranjas apodrecem e vão para os porcos e assim t~em utilidade.

O sumo de laranja tanto pode ser doce como é ácido. A equipa do sr. Desidério está mais para o lado ácido.

Anónimo disse...

A morte do centro de Albufeira foi planeada pelos anteriores executivos camarários e pelo presente que lhe tem dado continuidade com as obras da Polis. Residi no centro da cidade durante 25 anos e conheço bem o passado e o presente. Um dos presidentes da câmara que reinou quase vinte anos à frente do destino do concelho decidiu transformar o centro da cidade e a parte histórica numa concentração de bares transformados em discotecas. Foi retirado o mercado de frutas e legumes, expulsaram maliciosamente os residentes com a massiva proliferação de autorizações para bares ruidosos, e consequentemente arruinaram o comércio tradicional. A transformação do Largo Engº Duarte Pacheco num cemitério de granito, sem estética e nenhum critério de enquadramento paisagistico, retratam o desprezo que os executivos camarários têm pela cidade. Satisfazeram os interesses dos barões dos bares unicamente, em detrimento do restante comércio e do bem estar da população que lá residia e reside. Fizeram-no sabendo e querendo!!!As vitimas desta devassa podem sempre recorrer aos tribunais, mas para isto é preciso coragem e infelizmente a população e os comerciantes do centro de Albufeira preferem ficar quietinhos silenciando a sua própria ruína na espectativa de ver aparecer um D. Sebastião que lhes resolva os problemas para não terem de dar a cara...
Citando Abraham Lincoln: "Silenciar quando se deve protestar faz dos homens covardes"
No norte do país a música é outra!!!