sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A ACOSAL ENTREGOU EM PADERNE, À COMISSÁRIA EUROPEIA, UM DOSSIER COM AS QUEIXAS SOBRE AS OBRAS POLIS/CÂMARA

A ACOSAL, ao tomar conhecimento da vinda a Albufeira da Comissária Europeia, Danuta Hubner, para visitar as obras comparticipadas com os Fundos da Comunidade Europeia, de cidiu no pouco tempo que dispôs, montar um protesto público, para chamar a atenção sobre os erros e as suas consequências, na projecção e execução do Programa Polis/Câmara.

A forma como esta visita se realizou, apercebemo-nos que foi meticulosamente organizada pelo Ministério do Ambiente. Os órgãos de informação locais receberam informação deficiente e o Presidente da Junta de Freguesia de Paderne, recebeu a comunicação que tinha uma entidade tão importante debaixo do seu nariz, a 5 horas desta acontecer.

Mas estiveram lá quase todas as figuras do Concelho, embora o Sr Vice-Presidente e o Presidente ainda mais, tivessem chegado atrasados à recepção da ilustre visitante.

Dois directores da ACOSAL, estiveram presentes com cartazes de protesto e entregaram em mãos um dossier com documentos e CD com fotografias que denunciam os problemas vividos pelos comerciantes e população.

Os documentos foram entregues à Comissária e não ao Sr. Ministro, para mantermos a esperança de que não vão para o lixo.

A Sra. Comissária, veio para visitar as obras Polis, tinham-lhe programado assomar-se ao mirador do Pau da Bandeira, mas informados de uma acção de protesto na Praça dos Pescadores foi desviada.

E assim acabou uma visita teleguiada.

O Ministro vai acabar o mandato, o Presidente da Câmara respira aliviado e a Sra. Hubner terá de voltar a Albufeira de férias para ver as Obras Polis.

10 comentários:

Anónimo disse...

Até custa acreditar que isto tudo está a acontecer em Albufeira. Esta gente vai levantar o cú da cadeira? Posso ter esperança?

Notícias de Albufeira por "Zé de Fora" disse...

(Notícias frescas, tão frescas que até queimam...)


Albufeira está o máximo. Tem merda na praia, inundações na cidade, silêncio no Governo, autismo na Câmara, pouco dinheiro nas gavetas dos negócios, o Polis a fazer obras não previstas sem saberem os resultados e uma oposição lenta mas com galões parlamentares.

Nunca visto, as Eleições Autárquicas já começaram.
Mas não temos nenhum candidato.

Vem aí um Pavilhão Gimno e muitas mais obras. A ocasião faz o ladrão. E quando se paga 250.000 euros para ver o pavilhão, para aquela ocasião, quem ganha é o povão ou o vilão?

Hoje tivemos visitas importantes. Uma Comissária Europeia com um Ministro da República como cicerone. Vinham ver o milagre Polis/Câmara. O homem não conhecia as estradas do Concelho, entrou por Paderne... e não sabemos se saíu em Faro.

A ACOSAL, prevendo que tudo apontava para alguma desorientação ministerial e camarária, resolveu aparecer com a oferta de um GPS documental e fotográfico dos erros do Programa Polis/Câmara. Ninguém apareceu na cidade e tememos que tenham entrado no caneiro da ribeira...cuja direcção só a Câmara é que sabe...

Nem tudo foi mau e sabemos que a Comissária recebeu um um pedido de reforço de verba (não, não é para os Cavacos), de mais 50 milhões de euros para reparar o que foi feito...

albertino disse...

Bom trabalho malta. Haja gente com coragem e vocês têm o respeito da cidade. Esses papeis que entregaram só por si já chatearam os desidérios que não gostam de ser contrariados.

antónio cerdeira disse...

Estes factos são relevantes na vida política da cidade, porque revelam a força da capacidade de organização aliada a objectivos de interesse comum.
Esperemos é que quem gere os destinos do Concelho, tenha o bom senso de perceber estes sinais.
Albufeira é uma cidade com uma dimenção considerável e não pode ser gerida contra a opinião das pessoas. Foi isto que aconteceu até aqui. Terão os responsáveis autárquicos percebido a mensagem?

firmino disse...

valeu o vosso esforço porque n~ao acredito que a sra vá mexer os cordelinhos. Umas conversas sérias e umas promessas do ministro e do presidente da Câmara vão atordoar a senhora.
Está boa a brincadeira do zé fora sobre o pedido de mais 50 milhões para resolver a porcaria feita.

política à moda de albufeira (18) disse...

Não é todos os dias que uma Comissária Europeia vem a Albufeira.
Os motivos da visita não seriam muito convenientes para o Governo e para a Câmara Muinicipal, atrapalhados que estão com as soluções para o monte de erros grosseiros que cometeram com as obras Polis.
Mas organizar a visita em surdina, com um enorme controle de informações e conhecimento público, procurando trocar as voltas sobre os locais a visitar, ou mesmo desvalorizar a visita chegando atrasado, não são atitudes democráticas.
A Sra. Danuta Hubner até pode fingir que não percebe, mas os comerciantes e a população não gostaram.
E como atitude de Estado é condenável.

o surrealista disse...

Apteece-me comentar se estamos diante do:
"A Arte de enganar"
"Fantasia para dois coroneis e uma piscina"
"Encontro com rama"
"Manu , a menina que sabia ouvir"
"O segredo da Rua 18"

(títulos de livros)

Anónimo disse...

se fossem todos à merda, esta sanita cheira mal

um albufeirense disse...

Houve pessoas que quiseram desvalorizar a discussão mais a fundo do Programa Polis/Câmara. Agora já aprenderam alguma coisa com todos estes factos. Fazer trabalho é melhor que falar de mais. Aqui em Albufeira há muitas minas e armadilhas. Na Câmara fogem do assunto, os que mandam e os que não mandam mas não deviam perder a voz.
Estes acontecimentos valem porque falando ou não falando isso mostra uma posição, se estão do lado da população porque falam contra ela ou porque com o silencio tambem falam contra ela.
Há muita gente que tem muita queixa para fazer e não só do Polis.

Anónimo disse...

Na cãmara tá tudo furioso com voc~es. A mas o pessoal está gostando nem todos vão em conversas e o blogue está a ser lido.