sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Carta ao Director do semanário "SOL"

Albufeira, 15 de Agosto de 2008

Exmo. Sr. Director

Ainda com a memória fresca em relação aos acontecimentos dos dias 10 e 11 de Agosto, em que a Câmara Municipal autorizou um evento musical que incomodou toda a cidade, a vossa reportagem, "O Algarve aos gritos", da edição de hoje, é um verdadeiro desapontamento para a população e o salvar da face do seu presidente.
O sr. presidente, que festejou com alarido, os seus 10 anos como autarca, deixou sempre este assunto correr e agora, pressionado pela persistência da população e do Forum Albufeira, apresentou "serviço" à imprensa. Na vossa peça, fica-se com a ideia de que ele é o cabeça da luta. Nada mais falso. E a prová-lo, está o evento citado, que é bem demonstrativo do que realmente pensa a Câmara sobre ruído e os protestos dos cidadãos.
Em Albufeira, há milhares de queixas acumuladas ao longo dos anos, na GNR e na Câmara, que nunca tiveram respostas e, de repente, diz-se que se está a trabalhar no assunto?
O vosso Jornal, que deveria ter revelado mais atenção sobre o tema, desapontou-nos, bem como, quem lê a noticia fora do concelho, fica com a ideia errada de que realmente a Autarquia faz um trabalho sério sobre o flagelo do ruído.

Cumprimentos

Luis Alexandre
(membro do Forum Albufeira)

3 comentários:

anónimo de cá disse...

O vosso trabalho sobre o ruído há-de dar frutos. Eles não gostam de ser incomodados com o assunto ao longo de tanto tempo. Obrigá-los a falar para a imprensa fpi um passo positivo, apesar dos serviços da Câmara terem conseguido controlar os textos e os efeitos negativos.
Não desistam !

Albufeira a mudar disse...

Albufeira tem de ir mudando e para isso todas os democratas e livres pensadores devem dar o seu contributo.
Os dois blogues mais importantes têm vindo a fazer um bom trabalho em defesa dos reais interesses da população.
O assunto ruído, é apenas um dos assuntos que merecem atenção.
As autoridades, que têm falhado clamorosamente, não têm muita margem de manobra daqui para a frente. Façamos com que lhes falte chão para pisarem. Queremos soluções, porque, na prática, tudo está igual em Albufeira

A.M.G. disse...

Há algum tempo que não digo nada e agora que o inquérito está terminando, acho que foi importante e diferente. A Câmara não estava habituada a ser chateada tanto tempo e ver as pessoas a participarem.
A barulheira do outro fim de semana, autorizada pela Câmara, acabou por se virar contra ela. Foi pena o mau trabalho da imprensa mas a Câmara tem lá um profissional que tem uma enorme capacidade de penetração e tem muita responsabilidade na nova atitude festivaleira ao longo deste mandato .
O pior é que todo este investimento não evitou a má campanha deste verão e perante as dificuldades dos agentes económicos que já perceberam que os próximos vão ser tambem dificeis,a Cãmara,não vai ter muita margem de manobra para justificar o despesismo e logo em ano de eleições, que lhes dava muito jeito.
Toda esta polémica sobre o ruído vai ter no próximo ano eleitoral, um excelente palco para o debate.
Nem todos vos compreenderam, mas o vosso trabalho manteve a discussão no ar e obrigou-os a tomarem posições públicas sem precedentes.
Albufeira não tinha visto nada assim.