quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Carta aberta à Câmara Municipal de Albufeira

SOBRE O LIXO

Senhor Presidente


Dizem alguns seus defensores
Que a população é que tem culpa
Ao pôr o lixo no chão
Ou fora dos contentores...
... E têm alguma razão!

Mas eu não penso assim. Se pensasse,
Não pedia ao Presidente que parasse
Para pensar: "Que tansos são
Estes albufeirenses... que pagam tão
Caro pela recolha do lixo e não
Vêem bons resultados no Serviço!...
Coitados!"

Então?... Senhor presidente!
Ao menos uma demissão
Nos responsáveis do lixo!
Não tenha pena da gente
Que não lhe fez mal nenhum!
Mas tenha mais consideração
Por quem lhe paga a função!


José Armando Simões
(membro do Forum Albufeira)

1 comentário:

antónio cerdeira disse...

Por muito que a Câmara não goste, o dever dos cidadãos contribuintes é fiscalizar a maneira como são usados os dinheiros confiados.
Tenho de concordar, que a cidade não vive os seus melhores dias em matéria de higiene pública.
Não são só as ruas que estão sujase os caixotes de lixo que não são lavados, como há um descuido em relação à desinfestação.As anomalias de funcionamento apontadas põem em causa a imagem da cidade.
A Câmara tem nos seus quadros, uma quantidade de engenheiros de ambiente, cujas funções passam por aconselhar o executivo quanto à importância da higiene de solo e sub-solo, pelas suas repercussões na saúde pública e como exemplo.
Só um ignorante é que diz públicamente que essas pequenas coisas não são importantes...
O Sr. Presidente não tem que ficar chocado com as criticas que são um acyo de cidadania. O Sr. Presidente, que disse na imprensa, estar ao serviço das férias dos outros, não pode continuar a ignorar a realidade, a não ser que se passeie de olhos fechados.
Quanto à duração do Contrato estabelecido com a Empresa dos Irmãos Cavacos e independentemente das falhas enunciadas, julgo que os Órgãos Autárquicos revelaram pouco bom senso no uso das suas competências.