domingo, 6 de julho de 2008

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"

A "brilhante" ideia das chefias da GNR de Albufeira de pôr os guardas a pintar as instalações, está a entusiasmar o Comando Geral que a pensa generalizar e mesmo introduzi-la no RDM.

O Presidente da CMA ainda equacionou aplicá-la, mas alguem lhe lembrou a tempo que não dava votos. Mas chegou a gerar entusiasmo...

Ao abrigo do Plano de Colaboração entre a Câmara e o Centro de Saúde, de atenção aos toxicodependentes, e que só existe nas palavras do Presidente Maravilha, está previsto não impedir a vinda de mais individuos e continuar a autorizar-lhes uma tarifa ilimitada para as arrumações de veículos.

Há poucos dias, no topo da Av. da Liberdade, uma transacção mal desenvolvida, proporcionou mais uma daquelas cenas rocambolescas, em que um dos individuos tentava convencer o outro correndo atrás dele com uma catana. Devia ser mais um caso de venda de farinha.

E falando de farinha, Albufeira aparece nas estatísticas de todo o mundo como um local limpo. Um aspecto que o "Grupo de Estudos da Qualidade de Vida" da Universidade da Beira Interior, quando apresentou o estudo que pôs a concelho nos píncaros, não se referiu. Um esquecimento lamentável dada a importância do material e a qualidade de vida que proporciona.

Sem honra nem glória, foi inaugurada a casa de banho pública do topo da Av. da Liberdade. Mas por favor, já que aquela é definitiva, ponham lá umas placas direccionais para a malta saber onde é que pode descarregar a vasilha.

Uma polémica "estúpida" e "inconveniente" à volta do ruído, rebentou em Albufeira. Toda a gente gritou que se sente incomodada mas a solução é simples: é só fechar os olhos como a Câmara faz e não se ouve nada.

(esta ficção não é para levar a sério para não perturbar a qualidade de vida)

2 comentários:

Anónimo disse...

Em Albufeira vendem-se quilos e quilos de "farinha", como diz a crónica, mas nunca se viu uma acção policial com resultados convincentes. Será que sou eu que ando a dormir?

Paulo Cavaco disse...

A famosa strip � um caos. Eu moro num apartamento h� cerca de quatro meses e acho que ainda n�o dormi mais de quatro horas e tenho que escolher bem qual o per�odo em que o fa�o. � que isto de morar em Albufeira � muito complicado. Ou as rendas s�o exorbitantes ou baixinhas e isso � para desconfiar. Na strip temos os dois, as rendas e o ruido, come�a tudo por r. � caso para dizer - Que raio de vida que � viver aqui!
Ser� que os bares n�o t�m regras para cumprir?! Ou esta � uma rua comercial? Ent�o o que se faz aos residentes que ali t�m o azar de ir parar? Pois � de acreditar que n�o se faz dinheiro no Inverno e agora h� que aproveitar todos os tost�es, mas n�o h� limites? E quem trabalha logo �s sete e �s quatro ainda n�o consegue dormir, quando n�o � por causa da m�sica s�o os b�bados aos gritos e traficantes que restam por ali? O r�ido � um problema grave, t�o grave como outras polui�es. Onde anda a fiscaliza�o? Quem trabalha tem o direito a descansar e nem todos t�m dinheiro para morar fora de Albufeira e vir de carro todos os dias trabalhar. J� agora, o policiamento onde anda? Todos os dias ou�o falar de roubos de carteiras e malas. Basta olhar para o lado. Albufeira n�o � o lugar seguro de h� uns anos e as autoridades parecem escassas.