sexta-feira, 25 de julho de 2008

À atenção da CMA e do Governo Civil

CASO GRAVE DE VÍTIMAS DO RUÍDO

Entre muitos outros casos, uns denunciados e outros vividos e guardados entre quatro paredes, sobressai o de uma familia na Rua Alves Correia.
A Câmara Municipal conhece o problema de anos atrás mas as soluções não aparecem.
Esta familia, uma mãe idosa e dois filhos (um falecido há quatro meses), viveram este inferno do ruído durante muitos anos e agora acham que está na hora de dizer BASTA!
O filho, carpinteiro de profissão, e que já teve um AVC, tem de se levantar cedo para ganhar o pão e não dorme a maior parte das noites. A senhora idem e com a agravante de há poucos dias ter sido ofendida de forma obscena, só porque pediu para baixarem o som.
Os vizinhos dos negócios ao lado, vão-se resignando ou protestando baixinho, com medo das consequências.
Mas afinal para que servem as Leis? E as autoridades? Não deveria ser para protegerem os cidadãos? Então porque não agem?
Se o desespero se instalar e houver trocas físicas com consequências imprevisíveis, quem vai assumir as responsabilidades?
A Lei tem de ser cumprida em toda a cidade, é uma exigência da população


FORUM ALBUFEIRA

2 comentários:

ruidovsky disse...

Deus não dorme

O sr. presidente da CM Albufeira como bom católico que é, também não quer que os moradores da baixa durmam.

L.S.S. disse...

O ruído é assim tão dificil de resolver ? Tanta gente a queixar-se e os responsáveis da Câmara não são capazes de resolver. É preciso um apelo tão dramatico de uma familia ?
Dá-me vergonha viver numa cidade que não respeita os cidadãos.