domingo, 24 de maio de 2009

Política à moda de albufeira (46)


AS ELEIÇÕES MAIS DISPUTADAS!


A anestesia geral gerada pelo esmagar do Partido Socialista e a ascensão do cabo de esquadra Desidério Silva do PSD, pela mão das ideias de partilha de Arsénio Catuna, entregando exactamente a um desenhador o pelouro das Obras Particulares, iniciou esta época de calvário da cidade e do Concelho de Albufeira.

Parecendo andar para a frente, estamos a andar para trás!

Os próprios hoteleiros, construtores e outros grandes senhores do Concelho, começam a ter razões para desconfiar do rumo seguido, porque quando se fala muito dos números em alta quando eles vão a caminho do abismo, só um tolo não percebe ou não quer ver. E o grande capital não é tolo!

Resumindo, a fase festivaleira está a dar o berro, os milhões gastos para muito pouco não convencem a maioria. Que saídas, perguntamos todos!

Estarão criadas as condições para a mudança em Outubro?

Não estão, porque o grande capital e os outros mandantes de Albufeira, não esperavam por tanta onda de críticas, onde o FORUM ALBUFEIRA tem desempenhado um papel preponderante, perdendo a margem de manobra para criar as alternativas.

O plano consistia, na transição pacífica de Desidério Silva para outro patamar e a meio do mandato, subir ao palco outra figura de continuação, apontada para 2013.

Com o rebentamento da hipnose geral da população e a incapacidade dos partidos em contrariarem esta onda, provocada pelo FORUM ALBUFEIRA, os mandantes, ao serem apanhados de surpresa e não acreditando no principal partido da oposição que os costuma servir, vão ter de deixar o David aos papéis e voltar a apostar no actual presidente que lhes propôs logo outra megalomania, a construção de um teleférico.

Não é um espanto, toda esta capacidade para os desideratos?

E não é que as orlas estão a tentar vestir o que julgam ser o melhor fato, aproveitando a conjuntura para a qual não trabalharam?

14 comentários:

Alex Bibi disse...

viva o teleférico a nova moda do forum Albufeira. o que é que virá a seguir. os botes na praia . uma estátua aos pescadores . outra ao Manel Sequeira ou as traineiras a virem vender as sardinhas á meia noite

Anónimo disse...

Comissão de trabalhadores da Makro interpõe providência cautelar contra despedimentos
24.05.2009, Ana Rita Faria

Para travar o despedimento colectivo de 91 pessoas, a comissão de trabalhadores da Makro vai avançar para os tribunais. As demissões
nas lojas já começaram

a Depois de o Bloco de Esquerda ter levado o assunto à Assembleia da República, a comissão representativa dos trabalhadores da Makro vai interpor na próxima semana uma providência cautelar para impedir o despedimento colectivo de 90 pessoas da rede de cash & carry. O corte de custos envolve praticamente todas as lojas da Makro e já houve várias pessoas a aceitar a saída da empresa.
Contudo, "independentemente do resultado da providência cautelar, iremos avançar com um processo em tribunal contra este despedimento", afirmou ao PÚBLICO uma fonte da comissão de trabalhadores, que preferiu manter o anonimato.
De acordo com o director de marketing da Makro, António Pinheiro, a entrega das cartas de demissão começou esta semana e "muita gente aceitou". Para "minimizar o impacto da situação", a empresa está a propor pagar uma indemnização superior à prevista na lei e contratou já uma empresa para recolocar os funcionários no mercado de trabalho.
Segundo António Pinheiro, o despedimento colectivo envolve não só os funcionários das lojas (entre operadores e chefias) mas também do escritório. A Makro, detida pela alemã Metro (segundo maior grupo de distribuição europeu), tem actualmente 11 lojas em Portugal e emprega directamente mais de 2000 pessoas.
A intenção de despedimento foi anunciada a 21 de Abril. Seguiram-se três reuniões entre a administração, a comissão de trabalhadores e a comissão sindical, onde os representantes dos funcionários apresentaram várias propostas: congelar os prémios da empresa nos próximos dois anos, diminuir em dez por cento os salários, subalugar os parques de estacionamento a estações de serviço para lavagem de carros ou montagem de pneus ou ainda acabar com o outsourcing no serviço de entregas a clientes e integrá-lo na própria empresa.
"Todas as propostas foram recusadas pela administração, que se manteve irredutível", revela o membro da comissão, alegando que a empresa está a aproveitar a crise para despedir. "A Makro é saudável, deu lucros no ano passado, abriu uma nova loja e contratou 112 novos funcionários, além de ter uma administração que tem remunerações e prémios elevados e anda de Volkswagen, Mercedes e Audi", conclui.
A empresa alega, contudo, que a Makro tem vindo a perder rentabilidade nos últimos anos e que necessita de reestruturar-se para ter uma "estrutura de custos baixa" e "manter os níveis de competitividade que os clientes exigem". De acordo com António Pinheiro, "a crise não é a principal razão do despedimento mas, com a instabilidade, a medida tornou-se mais urgente". Nos três primeiros meses do ano, a actividade de cash & carry da Metro para a Europa Ocidental registou uma queda de 5,8 por cento nas vendas, somando 2,7 mil milhões de euros.

Anónimo disse...

Para mal dos nossos pecados, tenho de estar de acordo com o texto. Quem manda, manda e quer o melhor servidor dos seus interesses e não lhe falta com o dinheiro e outras muitas coisas.
A porca da política é feita assim há muito tempo, tudo é feito nos bastidores e o povo carneiro só tem de ser conduzido para o que lhe fazem crer que é o melhor e depois dá no que dá e vá toda a gente a falar se queres trabalhar ten de fazê-lo por tostões que o desemprego anda á tua procura.
O desemprego não pára de subir mesmo com o verão á porta e todos fogem do assunto. Eu li a entrevista do presidente da Câmara de Albufeira e nem se chegou a este assunto nem ás quebras de visitantes que não se fala de outra coisa. Eu sei que não é descuido é ignorancia e muita falta de sensibilidade. Vão aos bailes e ás festas par darem nas vistas e o resto ?

brejos

Ana Almeida disse...

Muitos cidadãos conscientes deste Concelho e não são assim tão poucos, vivem o desconforto da verdade de que não se fez nada em oito anos para fiscalizar seriamente o PSD, que na segunda eleição arrancou uma maioria absoluta.

Não houve oposição e levaram tudo à frente. A oposição criou o monstro, nunca se queixou dele e deixou-o à solta.

Nenhum partido tem desculpa e virem dizer à população que não podiam fazer nada porque o Sr. Desidério tinha a maioria, é motivo suficiente para vos desprezarem de novo.

O actual presidente vai voltar a ganhar, porque tem trabalho para acabar, já o disse com todas as letras. Ele sabe o que diz e os apoios que tem e são muito poderosos e com muito dinheiro.

Ouço que há muito descontentamento e sinto alguma alegria que nem tudo está perdido mas quando olho para as propostas fantasmas dos partidos, fico destroçada.

Todos os partidos já apresentaram os seus candidatos e o filme está montado. Até nós não chegou nada de novo que traga estímulos e nos dê conforto para a alma e para a esperança.

Estiveram calados tanto tempo que não têm o direito de nos julgar por vos olharmos de lado e com desconfiança.

Escrevo estas palavras com amargura, porque o que nos espera em Outubro, não é nada de bom.

Eu prefiro um caminho longo e sinuoso para um fim, do que um caminho de promessas e sonhos apregoados em 15 dias para nada.

A vitória do sr. Desidério é culpa desta gente que não fez o trabalho que devia e que de 4 em 4 anos vêm em pézinhos de algodão.viniber

Anónimo disse...

A vitória do sr desidério é culpa de quem? Houve quem se opusesse, candidatando-se...
Logo, a culpa, para usar a terminologia da anterior, é de quem não se candidatou... Os independentes agora apareceram, com as falas lindas e armados em lutadores.... Onde andaram, quando era preciso concorrer contra o desidério?... Que uma candidatura perca, é uma coisa; que os demais nada façam nem se apresentem para "não perder", isso é cobardia!
Agora venha, então, essa coragem! Não se percebe lá muito bem é porque leva tudo à frente... Eu pensava que era preciso levar o desidério... a mim já me chegava. Mas há quem queira o Carmo e a Trindade duma penada, e depois podem não chegar a nada.
Mas é preciso algum discernimento nos independentes. Por mim podem ser o que entenderem. Mas acho-vos muito "vinagrentos" e em muitos casos, como este de atirar "culpas" a oposições, não acertam grande coisa. As teses e ideias, se repararem bem, assentam aos outros e também a vocês! Mas que se lixe... combatam quem vos apetecer. Há quem combata só o desidério e da melhor forma que pode ser: pela positiva. Só assim se ganham eleições e se ganha alguma credibilidade.

jesimões disse...

Que uma candidatura perca, é uma coisa; que os demais nada façam nem se apresentem para "não perder", isso é cobardia!

Não é.
1-Significa não conseguir superar uma exigência legal que exige mais de 1300 assinaturas para uma lista de independentes poder concorrer. A lei está feita, pelos partidos, para que estes não tenham concorrência extra-partidária (esse número de assinaturas, convertido em votos, representa a eleição de um vereador);
2-Significa que mobilizar as pessoas fora da lógica partidária é difícil, pois os partidos e o poder ameaçam (ou insinuam) penalizar quem saia do esquema instituído;
3-Significa que existe uma desproporção de forças que converte em "quixotismo" o que devia ser uma apresentação e debate de ideias contraditórias, nas quais o poder não está interessado;
4-Significa que os "corajosos" do poder não querem correr riscos de o perder.
5-Significa que o poder só mudará quando as pessoas entenderem mobilizar-se e trabalhar para isso.

criativo disse...

Estou para aqui com uma curiosidade: Estes opositores do CPA, votam neles próprios, ou não votam em ninguém?

E por uma questão de coerência, não costumam votar, pois não?

E foram iluminados nos últimos meses por alguma trovoada cósmica, para aparecerem com uma pretensa associação, cheia de ideias e slogans baratuxos?

Onde andaram - e como - durante este tempo todo a fazer a tão propalada oposição?

Ou foi agora que avançaram por causa dos cheques saltitões dos bolsos das camisas para as Associações?

Terei alguma resposta ????

jesimões disse...

O Forum Albufeira existe há um ano. Foi o primeiro a propor o debate dos problemas da cidade. Onde é que estavam os outros criativos? E os outros opositores? E os filhos da terra?
Quanto a "cheques saltitões" não sabemos o que isso é. Se tem dúvidas sobre o assunto não, vá perguntar aos seus amigos, que eles certamente lhe esclarecerão. Como dizia a minha avó:"o bom julgador, por si se julga"...

FORUM ALBUFEIRA disse...

Caro "criativo"

O seu título de criativo, é sugestivo na medida em que se limita a fazer perguntas, para obter respostas. Mas faz bem em fazer perguntas. É um começo.

Se o CPA fôr a eleições, votamos em nós próprios, se não formos, como não nos revemos no espectro partidário, cada um com as suas responsabilidades na situação de destruição a que Albufeira chegou, claramente, o voto é branco e continuaremos o nosso trabalho de cidadania, de construção de uma alternativa ao poder que se instalar e que continuará a política viciada da minoria contra a maioria.

A nossa Associação, que muito nos honra e poderá fazer muito pela população e forças económicas do Concelho, é uma consequência estratégica e jurídica de um trabalho que começou nos finais de 2007.

Lembrá-lo-ei que pretendemos apresentar-mo-nos com a realização de uma Conferência sobre o Polis, a qual foi boicotada pela CMA, alegando que não se revia nela (sic).

O blogue foi outra acção planeada, com o sucesso que lhe é reconhecido pelos seus leitores e adversários.

Quanto aos cheques que insinua, deve ser distracção sua, julgando estar sentado entre pares habituados a essas andanças.

Nós, no Forum, somos mais de choques de ideias em defesa dos interesses colectivos.

Esperamos tê-lo esclarecido!

Anónimo disse...

o que é preciso é calma...
lá para Outubro vamos ver no que isto dá.
pelo que tenho ouvido as coisas não vão ser tão fáceis...vão ter que se mexer muito para conseguir tantos votos como antes.
ZORRO

Alex Bibi disse...

Em Outubro tanto as eleicções para a Camara como a seguir para o governo acho que vai ficar quase tudo na mesma , na Camara poderão talvez perder um vereador para o governo a maioria absoluta deverá ser dificil , mas vamos esperar para vermos.

Anónimo disse...

todos têm motivos para derrotar os corruptos de todas as camaras portuguesas com destaque para o DESIDÉRIO de Albufeira, o rolo o carlos silva e silva e toda a escumalha do psd e do ps-bloco central.
Desidério Rolo Silva

Anónimo disse...

O engraçado disto tudo - porque este blog só pode ter graça, mesmo muito cómico, é que os independentes de última hora que balbuciam aqui as suas diarreias mentais e intelectuais, que andam atrás do BE para conseguirem um apoiozinho para chegarem ao tacho, nem sequer levam com a visita do M Portas quando passa pelo Algarve. Porque será?
Independentes da treta, não é?

Anónimo disse...

Já agora, porque é que o Forum não respondeu ao comentário do 28 de maio - 23:31, como fez a outros??

Nem há palavras??

Quer dizer que quem o escreveu tem razão e sabe demais desse tais de independentes??

Hummmm, agora começo a perceber.