terça-feira, 16 de setembro de 2008

As autoridades estão todas de acordo...

A propósito do ruído, o cidadão António Guerreiro, morador na Rua Alves Correia e que já fez sucessivamente queixas na GNR, na Câmara Municipal e no Ministério Público, NÃO TEM RAZÃO!

O Bar em causa continua na sua senda imparável, o morador tem ruído de borla e vai a caminho do 3º AVC e as autoridades seguem felizes o seu trabalho a favor...

Leiam o documento que se segue:

NOTA: Clicar em cada uma das imagens para aumentar.







9 comentários:

Anónimo disse...

Tanta coisa que vai mal no Concelho e será possivel que dentro do PSD, não hajam militantes e simpatizantes que critiquem e capazes de criarem alternativas?
Este PSD, pelo caminho que leva a gestão da Câmara, vai acabar de rastos como o PS.
O ruído, os lixos, as burrices do Polis, as festarolas que custam muito dinheiro e muitas vezes não se justificam, os dinheiros dados às associações de amigos sem que estas prestem contas onde os aplicam, etc,vão custar muito caro ao PSD. Não abram os olhos não.

albertino disse...

Oh sr. anónimo, bem pode esperar sentado para ver alguem dentro do PSD levantar a voz contra o Desidério. Aquilo está tudo controlado. Os que não têm tacho calam-se porque sempre podem vir a precisar dos serviços da Câmara. O único que fala é o dr. Aires que escreve na avezinha mas tambem não vota em Albufeira. A Ana Vidigal anda a tratar da vidinha dela e não faz ondas. O resto da gente nem conta e os que têm juizo afastam-se. Os partidos são assim.

politica à moda de albufeira (2) disse...

Ter a politica na cabeça

Das últimas eleições autárquicas para cá, a humilhante derrota do PS deixou-o sem norte. E porquê? Porque vinha de muitos anos de fazer politica dentro da Câmara, no essencial errada, não discutindo os assuntos nas estruturas, logo não produzindo quadros à altura de assumir tão pesada herança.
A politica é falarmos uns com os outros sobre os problemas maiores ou menores. Tudo é politica. Tudo é mais fácil quando as pessoas percebem as coisas.
O PSD está a seguir o msmo caminho. Quando a derrota vier, a desorientação será também total.
Mas quem sempre perde com estas situações são sempre as populações locais.

Anónimo disse...

Um cidadão enfurecido e com razão pode vir a perder a cabeça e meter-se em satilhos, apenas porque as autoridades não fazem o seu trabalho. Estamos a falar do cidadão da Rua Alves Correia, que passou todo o verão a sofrer e a queixar-se junto das diferentes autoridades e nenhuma consegue resolver o problema grave de ruído.
Tudo o que de mau puder vir a acontecer tem responsáveis e a população não vai deixar passar o assunto em claro.
O cidadão está neste momento de cabeça perdida e ontem já se envolveu em conflito verbal com intervenção da GNR que mal virou as costas voltou tudo ao mesmo.

anónimo de cá disse...

A Câmara de Albufeira faz muita gente feliz com os mais ou menos gordos subsidios que atribui. E aquelas associações onde estão os correligionários do PSD são as mais favorecidas.
Mas alguns dão mesmo nas vistas como são os casos da Nuclegarve (70.000 euros) e da Acral (34.000). Um clube de golfe médico leva 3500 euros, a Associação da Oralidade leva 25.ooo (??!!), a fábrica da Igreja paroquial 70.000, o clube de pesca desportiva 32.000, um instituto de tecnologia (de onde?) 24.200 e os nadadores salvadores 30.000 euros. Isto é um fartote e não há quem pare esta hemorragia. Por outro lado, as bolsas de estudo são muito poucas, a Santa Casa leva zero, a deficiência mental leva 1.000 euros e as indemnizações a acidentados por deficiências dos materiais públicos têm que ir a tribunal e levam anos a serem pagas.
Para onde vais Albufeira ou temos todos de ser do PSD?

antonio disse...

Isto nao e surpresa pois o mesmo acontece na Av da Liberdade mesmo apos apresentar evidencia de ruido dentro de casa do bar em frente que atinge os 98db nada mudou.
A evidencia foi apresentada em forma de video da medicao de som para a GNR, Presidente da CMA e Presidente da CCDR.
Uma longa historia com 2 anos (2007 e 2008) e a lei em vigor 9/2007 e pura e simplesmente ignorada. O que me leva a acreditar que Albufeira e um estado independente onde as leis do estado Portugues nao se aplicam.

ll.s.s. disse...

Num pequeno percurso pela baixa da cidade a resolver assuntos, vi pelo menos quatro locais de vomitado bem nojentos. Já não falo de outras coisas como as papeleiras, que às 11 da manhão já est~ao cheias e assim têm ficado todo o dia. Mas custa muito ter uma brigada para resolver estes "pormenores" de imagem?
São as pequenas coisas que às vezes decidem as grandes coisas! Perceberam?

Alves Costa disse...

Vocês falam do ruido mas ninguem vos liga, já deviam ter percebido isso. Aqui mandam os poderosos e os que dão dinheiros para as campanhas. Se pensarem um bocadinho vão ver quem são os maiores abusadores e que não vão ceder enquanto tiverem certas pessoas na mão. O ruido dá dinheiro bastante para aguentar muita vaidade.
Mas não estou a querer dizer que não se fale É preciso é não lhes dar descanso até nos ouvirem. Até pode ser que no proximo ano a situação mude.
Saudações.

politica à moda de albufeira (3) disse...

Politica de interesses privados...

O "Desiderismo" em nada é diferente do "Xufrismo" e do "Arsenismo". Construção e desordenamento, são o denominador comum. O resultado matemático de prédio atrás de prédio, urbanização atrás de urbanização, deu uma soma de problemas difíceis e caros de resolver. A cidade cresceu, muita gente veio e ficou, o tempo foi passando, os genuinos albufeirenses vivem numa profunda tristeza pela estupidificação da sua linda vila e agora ninguém quer assumir responsabilidades ou planear a sistemática recuperação.
Isto foi politica e a população tem de aprender com os erros e escolher os politicos que quer à frente da Câmara com base em planos e prazos. Fujam de quem vos falar de construção sem limites. A cidade precisa de gente competente e de requalificação para evitar a catástrofe.