sexta-feira, 30 de maio de 2008

Pirilampos , as crianças Albufeirenses .....


Sabiam que em Albufeira existe uma " Coisa " que se chama Pirilampos , onde vivem 30 e tal crianças , dos 0 aos 12 anos , em casas de madeira com 30 anos ?
Continuam a falar de milhões em todas as reuniões de Camara , jornais , comunicação social e as crianças mais necessitadas da nossa area ?
Se não fosse a boa vontade de empresa como a Remax , O Grupo Petchey , o Sheraton , A vizinha que emprestou o terreno para a construção de instalações provisórias à quase trinta anos e particulares que oferecem um pouco de tudo desde roupa usada , sapatos , brinquedos e outros afins queria ver o que se estaria a passar ....
Gostaria de ter aqui algumas opiniões e trocas de Sinergias , para assim , melhorar-mos este espaço e de alguma forma atingir-mos o nosso objectivo , as " Definitivas instalações " do novo(a) orfanato ou "creche" , como é designado .
Caso curioso , é que são todos Portugueses e de Albufeira.
Agradeço a vossa atenção sobre este especial caso .
esta mensagem foi-nos enviada por Samuel Dias

1 comentário:

"Albufeira a mudar" disse...

A política social em Albufeire é um verbo de encher. Tudo o que se faz é para encher os ouvidos e iludir as pessoas. Vende-se para fora a falsa ideia de que vivemos no concelho paraíso, e escondemos do conhecimento geral os aspectos mais negativos como este exemplo. A Câmara Municipal é devedora à Santa Casa de Misericordia mas, por diferenças de côr política não dá os apoios que esta merece pelo seu trabalho secular em Albufeira.
Apoiam-se outras instituições muito mais recentes e porque são dirigidas por pessoas da mesma côr política. Não está em causa o trabalho destas instituições mas sim a diferença de critérios. A população de Albufeira não é burra e vai fazendo a sua leitura.
Bem hajam as empresas que apoiam o projecto Pirilampo. Quanto à Câmara Municipal devia pensar na vergonha que a população do concelho sente pelo arrastar desta situação.
Sr. Presidente, vá ver com os seus próprios olhos e decida!