terça-feira, 20 de maio de 2008

Declaração de princípios

Um blog não se faz sem mais nem menos e quando o tema do blog é uma Cidade onde nascemos as coisas ainda tem que ser levadas mais a sério... O que nos leva para a questão fulcral deste espaço:
Para ser levados a sério temos que escrever " Algumas vezes "a brincar!
Com o passar do tempo vão ver do que estamos a falar.
Posto isto vamos ao que interessa. O que nos move e o que nos fez criar este espaço.
Vai a vulso que não há tempo para ordenar:
- Somos de Albufeira
- Somos uns Quantos
- Queremos ser mais
- Somos de partidos diferentes
- Vivemos em Albufeira porque gostamos
- Investimos em Albufeira Quando temos dinheiro
- Gostamos de Albufeira
- Temos muitos amigos em Albufeira
- Para todos os efeitos somos de Albufeira
- Gostamos de Albufeira
- Sabemos que Albufeira tem um Passado
- Queremos que Albufeira tenha futuro
- Somos do Imortal
- Quando podemos vamos ver o Imortal
- Lembrem-se... Somos de Albufeira e Arredores e queremos o melhor para Albufeira !!!

49 comentários:

Anónimo disse...

Albufeira, a partir de hoje não será a mesma. O "FORUM ALBUFEIRA" é um grupo de intervenção cívica, pluralista, de respeito pelas opiniões livres e que visa o desenvolvimento da cidade e do concelho. Este blog pretende ser a vossa tribuna. Usem-na com toda a coragem com a certeza que o futuro depende de nós.

Luis Alexandre

Luis Alexandre disse...

Albufeira, a partir de hoje não será a mesma. O "FORUM ALBUFEIRA" é um grupo de intervenção cívica, pluralista, de respeito pelas opiniões livres e que visa o desenvolvimento da cidade e do concelho. Este blog pretende ser a vossa tribuna. Usem-na com toda a coragem com a certeza que o futuro depende de nós.

Luis Alexandre

forum albufeira disse...

Para sua apresentação à população do concelho, o "Forum Albufeira" decidiu realizar uma Conferência sobre o tema "POLIS - Progresso ou Retrocesso". Para tal pedimos autorização de utilização do auditório municipal, que confirmámos estar disponível, mas que veio a ser recusado pela CMA sob o pretexto de que não apoiava e não se revia na sua realização. Tal decisão, ao impedir-nos de utilizar um bem público, só pode aumentar o desejo da população em querer ver este tema discutido. O "Forum Albufeira" deseja ouvir os comentários de todos quantos sofreram com estes projectos bem como o significado desra decisão.

Forum Albufeira

Anónimo disse...

Que prosa mais parva, parece mais uma conversa de gente ressabiada, e com grandes "ganas" de querer aparecer. Dizem que de poeta e louco, todos temos um pouco, mas isto é ecrita de gente MUITO LOUCA... Só se pode tirar uma conclusão. FALAM..FALAM... Mas não dizem nada..

Florbela Matos disse...

Sou do norte de Portugal, mas já resido em Albufeira há quase vinte anos. Decidi instalar-me aqui porque era uma terra bonita com uma paisagem natural e um centro histórico cheio de encanto, e onde podia trabalhar sem o burburinho ensurdecedor dos aglomerados urbanos...
Soube do blog "forum albufeira" e quis participar de imediato. Gosto de Albufeira, o suficiente para me preocupar com o que está a acontecer por todo o lado e com os “atentados” ao encanto tradicional de Albufeira, àquilo que aqui me atraiu e que atraiu muitos dos turistas durante décadas. Albufeira está a tornar-se numa terra de turismo de massas, sobre-ocupada durante quatro meses de Verão e abandonada durante os restantes oito meses. Os poucos lugares de grande encanto, como eram a falésia, a Galé e os Salgados estão a tornar-se em autênticas réplicas do grave erro dos “nuestros hermanos”. Eles estão a pagar caro os seus erros de cimentação maciva. Nós vamos começar a pagá-los em breve. Diria que já estamos a pagá-los, mas a conta terá juros insuportáveis com o passar do tempo. (continua)

Florbela Matos disse...

Albufeira vai vendo o tempo passar e os parques florestais insistem em ficar nas gavetas das entidades competentes... A esta hora, Albufeira já deveria ter três ou quatro zonas verdes aprazíveis onde se pudesse passear com os nossos filhos, onde os turistas pudessem descansar, contemplando o verde e enchendo os pulmões de ar puro. Será que somente se pensa em acimentar a cidade com as iniciativas de construtoras de todos os cantos do país e do mundo?
E os recantos típicos bonitos onde se esconde a genuína história de Albufeira? E o pulmão desta terra à beira mar plantada? Os parques com árvores? (cont.)

Florbela Matos disse...

O que fizeram com a bonita praia dos pescadores? Onde estão os pescadores? Foram canalizados para as sepultadas praias da Baleeira e do Boqueirão? O que fizeram às árvores milenares do centro de Albufeira? E àquele mercadinho lindo no largo do centro onde turistas se deliciavam a experimentar os figos e as amendoas e a tirar fotos lindas? O que fizeram às fachadas típicas do centro? Porque é que agora surgem prédios modernos nesses lugares?
Temos cada vez menos turistas nos últimos anos... será que alguém se interrogou sobre o porquê desse fenómeno?
Não é preciso muito esforço de reflexão para verificar que Albufeira se está a tornar num bloco de cimento em crescimento imparável, onde se esqueceram de preservar aquilo que atraia as gentes outrora... ... TRISTE... MUITO TRISTE... (cont.)

Florbela Matos disse...

Será que vamos a tempo de recuperar o encanto perdido, a lota na praia, o comércio tradicional, os algarvios do interior a vender os frutos secos na rua, a calçada típica, a vista para a muralha sem neons?... Será que vamos a tempo de impedir que se acabem com os poucos espaços verdes desta terra e com as encantadoras dunas e falésias multicolores reminiscentes do paradisíaco maranhão brasileiro?
O que vai sobrar para os nossos filhos e netos? Uma "cidade filão de ouro" sobre-utilizada, desgastada, esgotada, sem gente interessada em aqui viver; uma cidade fantasma, réplica dos pequenos “pueblos” espanhóis transformados pela especulação imobiliária em aberrações onde ninguém quer viver, nem passar férias? (cont.)

Florbela Matos disse...

Vinte anos de abandono mais tarde, os nossos vizinhos espanhóis decidiram implodir prédios numa tentativa de recuperar encantos antigos...
É este futuro que queremos para Albufeira? Cheia de cimento, descaracterizada, vazia do encanto tradicional; um filão de ouro cinzento, moderno, cosmopolita, urbano, esvaziado de turistas, daqueles que nos alimentavam, porque gostavam, e muito, da nossa terra…
Não nasci aqui, mas sinto Albufeira como minha. É aqui que os meus filhos estão e possivelmente irão continuar. Tenho razões para me preocupar... e muitas. Serei a única pessoa??

Cliff & Joyce, Pateo disse...

To whom it may concern,
We have been coming to the Algarve for over 15 years. Our first stop was Olhos de Agua, a tranquil spot, for coffee and to watch the fishermen mending their nets by their boats or outside the old huts. Fish was sold from the little market a few metres away. Between Olhos deÁgua and Oura there were probably 24 buildings along the narrow road. Between the Galp and Olhos de Água there was nothing but countryside. Hotels, hundreds of houses and now the hill near the beach cut away for more apartments. Now, we rarely visit, and once the road is closed to
the beach we will not go again.
5 years ago we purchased our little old house looking over Legoland and the sea. Our view is rapidly looking out on only buildings, soon there will be no greenery left. How different from the old photograph of the area on display at Faro Airport for many years? 1 don’t think there were 4 buildings to be seen, all painted white, the typical regional colour. Albufeira has changed rapidly, its charm disappearing. Good to have a site where we can express our distress. Some people had this idea, which we consider quite honourable. The future generations will thank for your concern. Keep on going! Cliff & Joyce, Pateo

Luis Alexandre disse...

Através do "Correio da Manhã" de 6ªfeira, ficámos a saber que, mesmo em situação liquidatária, os projectos Polis/Câmara não acabaram porque lançaram mais uma obra: a construção de um emissário pluvial e a remodelação e construção em mais 30 m da estacada-cais da praia.
Dizem os seus promotores,que a obra visa escoar as águas pluviais e evitar as inundações na baixa. Tem esta decisão alguma coisa a ver com o tal estudo encomendado ao LNETI? Toda a população tem o direito de saber o que está por trás desta decisão.
Esta obra, que nunca esteve prevista, é o reconhecimento que o que foi planeado e bem pago em projectos e execução, não serviu para resolver os problemas da baixa. Por outras palavras, em função do que vimos aplicar e dos seus resultados, a população tinha razão quando criticou, em tempo útil, o autismo dos responsáveis.
Agora, lança-se uma obra no valor de dois milhões e meio de euros sem ouvir ou terem dado quaisquer explicações à população. Mesmo que este procedimento seja legal, o que tenho dúvidas, os antecedentes justificavam mais cuidado na condução destas matérias, porque possivelmente as pessoas não se vão resignar...
Por outro lado, as ditas obras, que só têm como local de apoio e de circulação dos camiões a famosa praça dos pescadores, imagine-se como ficará no final. Acabam uma obra, cujos resultados são uma dúvida, para a seguir se começar outra.
E os dinheiros públicos voam, voam...

Luis Alexandre disse...

MAIS DE 10 ANOS DE ESPERAS

A cidade de Albufeira vive dias conturbados, mas há sempre quem não repare. Pior, é conhecer os problemas e olhar para si mesmo.
Albufeira cresceu muito nos últimos anos e a sua população é feita de uma maioria de pessoas que vieram de fora e não sentem como seus os valores da cidade. As suas raízes e sentimentos mais fortes estão noutros lugares e geraram filhos que receberam educação e imagens difusas da sua cidade berço. Os albufeirenses de gerações são muito poucos.
Esta mistura de população e sobretudo os que têm direito a voto, têm sido uma excelente almofada para todo o tipo de políticas e actuações. A anestesia das promessas populistas tem funcionado muito bem mas, quem tem compreensão e vontade de agir, começa a encontrar menos indiferença.
Nesta cidade turística, tudo gira à volta das decisões da Câmara Municipal que somado ao facto de ser o maior empregador, lhe dá um ascendente sobre os cidadãos.
O uso e abuso dos sentimentos primários dos cidadãos e muitas decisões favoráveis a grupos de interesses, trabalhadas em promíscuos almoços e jantares, levaram-nos ao aparente desenvolvimento e qualidade em que vivemos. Depois paga-se para propagandear o superficial, ocultando as verdadeiras condições de vida das populações.
(continua)

Luis Alexandre disse...

As decisões camarárias dos últimos 10 anos duplicaram a cidade. Adoptou-se com ou sem planos, a estratégia do betão. Correu-se atrás do aumento de receitas. A ocupação desenfreada e desordenada dos solos, em construções de investimento imobiliário para estarem fechadas a maior parte do ano, começam a mostrar efeitos negativos, dando despesas à autarquia e pouco movimento e retorno financeiro à cidade. A Câmara Municipal anda numa correria para vender este imenso aglomerado de casas que não trouxeram beleza à cidade e que por si só não chamam ninguém. E já há planos perigosos para continuar esta política. Os seus responsáveis não querem admitir esses efeitos mas, a verdade é que há 10 anos trabalhava-se positivo 8 meses do ano e agora vamos em 4 ou 5. Aumenta a cidade, aumentam as nossas perdas.
(continua)uaozhli

Luis Alexandre disse...

Os milhões de euros geridos pela Câmara nos últimos 10 anos não serviram para resolver os principais problemas. Em pleno Sec. XXI, o concelho ainda tem graves problemas de saneamento básico e abastecimento de água. Em 10 anos não se fez habitação social, havendo agora promessas para empurrar as pessoas de poucos recursos para Paderne e Ferreiras. Os infantários continuam deficitários, tendo a população trabalhadora que se desenrascar. As escolas estão superlotadas e o aproveitamento escolar em baixo. O ensino profissional, como via alternativa, não tem expressão. O atendimento na saúde é para a dimensão de uma aldeia. O custo de vida é dos mais altos do País. A actividade comercial vegeta mais de seis meses por ano o que agrava o desemprego, debilita as familias e sobrecarrega o Estado de despesas e fá-lo perder receitas. Os parques de estacionamento, prometidos nos 3 últimos actos eleitorais, vão ser lançados no foguetório do 4º acto e por pressão dos comerciantes e população. A indispensável animação turística, em actos de diferentes dimensões para chamar e fixar pessoas e ajudar o comércio da cidade a concorrer com os grandes centros comerciais, continua no esquecimento.

Luis Alexandre disse...

Uma Câmara que nos últimos 10 anos, entre rosas e espinhos e pão e laranjas, governou um orçamento global à volta de 600 milhões de euros, tinha a obrigação de ter resolvido os problemas de fundo. O que não aconteceu. A mediocridade tem sido a nota dominante. No serviço público remunerado não há heróis ou obras pessoais. Os dinheiros públicos, e Albufeira tem um orçamento milionário, são para produzir resultados e o que devemos discutir é se foram aplicados de acordo com as necessidades prioritárias do concelho. Porque não foram.
As coisas estão a mudar. Tem a palavra a população, que nos momentos certos mostra que sabe o que quer.

(Este artigo foi enviado para diversos jornais da imprensa local e nenhum publicou)

MSRG disse...

Como jovem desta cidade venho felicitar esta iniciativa, Albufeira precisa de quem se preocupe verdadeiramente com a nossa cidade.
Falando sobre o Pólis esse enorme pesadelo, apenas serviu para retirar identidade à nossa cidade. Um programa que visava o melhoramento da cidade fez exactamente o oposto, com a conivência do Sr. Desidério Silva. Como Pilatos lavou as mãos o nosso presidente assistiu impávido e sereno à destruição e descaracterização feita pela intervenção Pólis na Baixa de Albufeira. Destruíram-se as arribas, mataram o jardim da Meia Laranja, descaracterizaram o Caís Herculano, retirou-se a calçada portuguesa, correram com os pescadores...

A Baixa de Albufeira tornou-se num local triste que perdeu muito do seu interesse.
Albufeira "Um sonho de cidade" é hoje um sonho utópico e só o deixará de o ser quando a voz dos albufeirenses for ouvida em detrimento dos interesses instalados na cidade.

Para finalizar, agradecer a esta autarquia o que de bom foi feito, as boas festarolas e os bonitos espectáculos pirotécnicos, como não me ocorre mais nada (PONTO FINAL)

Zé de Fora disse...

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"
(apresentado no português do futuro, em treino para o pós acordo ortográfico)

Oi minha gente, Albufeira está na moda em Albufeira e em todo o mundo, embora aqui estejam poucos turistas e muito menos dinheiro. O Município, preocupado, criou uma banquinha promocional de emergência para acorrer a quaisquer alvíssaras de mercado.
Um acordo secreto entre Albufeira e as 3 grandes companhias que controlam o mercado nacional, vai ajudar a manter os preços altos dos combustíveis em todas as gasolineiras do concelho.
O presidente da Câmara, aproveitando a ciclovia transeuropeia que finalmente passa em Albufeira, conseguiu botar discurso em três lugares diferentes em apenas quatro horas (não é um record mas a luta continua).
O presidente da Junta, especialista em preenchimento de mapas de carrinhas de distribuição de alunos, um destes sábados chegou à Junta e não sabia o que havia de fazer. O Serviço Nacional de Saúde já foi alertado para a doença do vício do trabalho.
Terminou o inquérito às inaugurações do 25 de Abril e concluiu-se que foram todas apartidárias.
Os brasileiros radicados em Albufeira estão a pedir ajuda à comissão concelhia de educação para resolver o problema da troca dos vês pelos bês e por culpa do acordo ortográfico que não é muito explícito nesta matéria.
E por último, desde há vários dias que não cai ninguém em Albufeira porque, sem qualquer explicação, resolveram tapar os buracos.
Já estou de saco cheio. Volto a qualquer momento.hybaajlz

ACOSAL disse...

COMUNICADO DA ACOSAL

Os comerciantes das Areias de S.João e da Oura,fartos de não verem respostas para os seus problemas e num movimento de protesto sem precedentes, foram à Câmara Municipal pedir contas aos responsáveis.
A ACOSAL - Associação de Comerciantes e Serviços de Albufeira, apoia esta iniciativa e reafirma o que já defendeu em documentos escritos, que no próximo ano deve iniciar-se a construção de um parque de estacionamento para apoio àquela zona, bem como é indispensável o reforço do policiamento, casas de banho, iluminação e higiene públicas, animação de rua e ordenamento da zona.
A Câmara Municipal, após a conclusão de uma parte das obras Polis, foi rápida a aumentar as taxas camarárias, esquecendo-se das suas responsabilidades para com os comerciantes e a população.
O problema de Albufeira é que não há planos sobre o que se quer para cada parte da cidade. Depois age-se sob pressão ou porque em vésperas de eleições, não se pode perder o controle da situação e é preciso calar os descontentes e voltar a iludir muitos outros. São muitos anos de espera de soluções e uma zona que já foi próspera está agora mergulhada numa crise.
Os comerciantes destas zonas têm razão e devem continuar firmes na sua vontade de fazer mudar as coisas.

A Direcçãotgfnu

Irmãs alerta! disse...

Somos duas jovens albufeirenses . Na nossa rua, por vezes, quando os canos entopem vem um cheiro a "cócó" (desculpem o termo) .
Nós achamos que a CMA devia fazer algo, pois os nossos pais estão a pagar um imposto para que haja uma boa manutenção.

"Zé de Fora" disse...

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"

- A Câmara Municipal de Albufeira está a estudar a possibilidade de taxar as escadas rolantes para financiar uma solução para os deficientes.

- O shopping do Pau da Bandeira, apesar de planeado pela Sociedade Polis/Câmara, foi chumbado por decisão camarária. Um sonho desfeito.

- Um cidadão do Rossio perdeu-se no caminho para o Largo Engº Duarte Pacheco e a Praia dos Pescadores. Encontrado ao fim de vários dias, em profundo estado de tristeza, declarou à família que ao não reconhecer os elementos habituais, andou às voltas sem encontrar o caminho de volta. Por enquanto não há risco de epidemia.

- A Comissão Liquidatária das obras Polis/Câmara, prevê acabá-las antes de 2030 e para o efeito pensa preparar uma merenda/festa para os festejos. A população esforça-se para acreditar...

- Já há planos para implodir a zona de Montechoro. Concluiu-se que uma solução radical resolvia o problema dos salários em atraso e o receio de criação de um ghetto de apoio à criminalidade.

- Parabéns a algumas urbanizações de Albufeira, que foram contempladas com melhoramentos na roleta dos investimentos eleitorais. Esperam, esperam... mas dizem ainda bem que há eleições, senão...

Noticia de último segundo:

O principal Partido da oposição em Albufeira, pôs um recado na porta "Por favor não incomodar".

Nota da redacção: este noticiário não substitui o recurso aos calmantes.

Forum Albufeira disse...

Com apenas 8 dias de existência, o blogue do "FORUM ALBUFEIRA" está a alcançar os seus propósitos - o de ser a tribuna das opiniões de todos quantos querem o melhor para o concelho de Albufeira.
Caro concidadão, dá-nos a tua opinião na certeza de que muita gente lhe vai prestar atenção.
O número de leitores e participantes é bastante animador, bem como os conteúdos das suas intervenções.
O futuro depende de nós. Participem !

Forum Albufeira

António Pereira disse...

Sou um dos muitos moradores de uma antiga zona eleita de Albufeira... Eleita pelo sossego, pela paisagem... somente o som das touradas nos invadia as casas no Verão, mas a tourada acabava e tudo voltava à normalidade.Não eram os animais que nos perturbavam, mas a massa humana que se juntava para ver o espectáculo, o som dos trompetes, a multidão a gritar, os apupos ao touro. Pena é que os graves erros continuem a ser cometidos, NÃO PELOS ANIMAIS, mas pelos seres mais inteligentes da criação!!... Onde eu moro, antes podia ir até ao jardim, `a piscina e descansar dos anos longos de trabalho para a fazer, e do dia terrível a aturar o stress de cada um no meu trabalho! Agora a casa que construí com tanto suor está condenada à desvalorização, VÍTIMA DE MAIS UM ATAQUE AO URBANISMO nesta bela terra chamada Albufeira!

António Pereira disse...

Uma empresa de ventos castelhanos lançou um empreendimento que foi todo vendido aos irlandeses que constitúi MAIS UMA ABERRAÇÃO no palco de ordenamento desta terra de loucos! Reformulado o tal de PDM, aí temos o resultado. Parece que foi feito no escuro de algum gabinete em que se esqueceram de ir ver no terreno!... E quanto a aprovar um projecto novo, pouco interessa se se vai prejudicar meia dúzia, OU UMA DÚZIA de residentes de muitas décadas, ou até mesmo de Albufeirenses (grupo étnico em vias de extinção)!!! O que importa é dar mais uma oportunidade ao investimento de quem vem de fora para aqui fazer mais umas largas centenas de milhar!!!

António Pereira disse...

De repente, as piscinas das nossas casas passaram a ser lugares a ser vistos de largas dezenas de janelas e terraços. A arquitectura até é bonita (apesar dos azulejos castanhos típicos de Espanha), é verdade, mas MEUS SENHORES E SENHORAS que APROVAM E DESAPROVAM AS OBRAS DE ALBUFEIRA!!! Toda a Europa tem planos detalhados para zonas de moradias e para zonas de prédios e jamais se autorizam prédios colados com moradias OU DEPENDURADOS SOB AS MORADIAS. Na Holanda, na Inglaterra, na França, na Irlanda também, as zonas de moradias são rodeadas por árvores!! EM ALBUFEIRA, as autoridades locais permitem e incentivam a PLANTAÇÃO DE PRÉDIOS!!! Que legislação contraditória que vai por esta EUROPA!? Mas, a Albufeira, INFELIZMENTE, parece que essas normas, esse planeamento pensado, analisado no local ainda não chegou. Em França, as autarquias incentivam a remodelação das casas mais antigas ao invés de novas construções! Aqui, a construção está em fase de EXPLOSÃO (mesmo que passem a ser BLOCOS de T0s, T1s, T2s, T3s, Tês, Tês e mais Tês) escuros,bolorentos, abandonados por longos meses, ou mesmo literalmente vazios) a especulação imobiliária arrasta-se por todos os cantos de Albufeira, sem que ninguém diga: "PAREM!!!"... (CONT)

António Pereira disse...

4. Não, MEUS SENHORES, desta maneira vamos mesmo ser votados ao abandono, não só dos turistas que nos vêm visitar uma vez (e que antigamente regressavam todos os anos), mas também por aqueles que cá vivem há muitos anos! ABUFEIRA ESTÁ A TORNAR-SE NUM EXEMPLO DE CAOS URBANÍSTICO! Eu e mais uns cinquenta somos vítimas do desenfreamento imobiliário e da desatenção dos técnicos, dos peritos em ordenamento, das entidades responsáveis. MAS, ATENÇÃO, A CONTINUAR ASSIM MUITOS MAIS IRÃO TER PRÉDIOS ALTOS AO LADO DAS SUAS CASAS!!! O mais grave disto tudo foi a desconsideração com que inúmeras queixas foram tratadas!! Nós, ALBUFEIRENSES, OU RESIDENTES DE LONGA DATA, passámos a ser transparentes, inaudíveis, números sujeitos a taxas e mais taxas e à intrusão do turista ou do comprador do 3º andar ali ao lado!!!Pensarão os senhores com o jugo atribuído pelo voto que os cidadãos têm simplesmente que se resignar? Pensarão que se resignaram? NÃO É VERDADE! O DESCONTENTAMENTO ESTÁ INSTALADO!!!!

"Zé de Fora" disse...

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"

Em menos de um ano o PSD/Albufeira sofreu duas derrotas. A ambição de um deputado afundou-se com o Menesismo/Santanismo/Populismo. Os laranjas de Portugal não foram em fitas. Mas o "Desiderismo" vai querer recolocar-se...

Já saiu o programa de festas 2008. A sorte grande saiu aos aldeamentos de luxo. Será que é para esconder as desgraças feitas na baixa pelo programa Polis/Câmara? Fontes oficiais confirmaram-nos que não e que os locais foram aleatóriamente escolhidos, dentro do reservado lote de eleitos.

A Câmara engalanou-se para apresentar o MODCOM. Com trabalho zero em Albufeira, a ACRAL já comeu à pala deste MODO COMO, oitenta mil euros e na sua insofismável aplicação, lembrou-se do sector imobiliário e da empresa privada HD que promove o famoso resort EDEN da empresa onde o filho do nosso primeiro é director. Onde é que fica o comércio local no meio disto tudo ?

Nesta semana de pompa à volta do MODO COMO, os comerciantes das zonas das Areias e da Oura, marcharam sobre a Câmara à procura do cumprimento das promessas. Entraram vazios e saíram de ouvidos cheios. No próximo ano vão-se fazer milagres.

O Governo já pediu às Câmaras Municipais os calendários das inaugurações previstas, num máximo de 500, para poder marcar a data definitiva das eleições autárquicas de 2009.

O IGAT está em Albufeira. Como nunca descobriu nada por esse País fora, não é aqui que vai descobrir. O IGAT já cá esteve no passado e não viu o que toda a gente sabe. Este noticiário sabe que em Albufeira tudo é claro, como as águas da frente mar da bateria que só conhecem as bandeiras vermelha, amarela e verde.

O indefectível presidente da Junta, incitado a promover um almoço mensal de apoio psicológico ao Presidente Maravilha, lembrou que já há um e não há necessidade de duplicação. Há que apoiar esta justa racionalização de meios.

O indefectível presidente da Junta

"Zé de Fora" disse...

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"

Passado o estado de consternação por mais esta derrota, a sede do PSD/Albufeira voltou a colocar na porta o cartaz que diz "Qualquer assunto trata-se na Câmara".

Uma noticia atrasada...
Uma pedra anti-democrática, a voar na hora errada do alto de um edifício camarário, aterrou na cabeça de uma turista descuidada.
Para poupar combustível só foram 5 carros atender a senhora.
Dada a importância do local em plena baixa, o vereador de serviço e não foi ele que levou com a pedra, declarou prontamente a disponibilidade da Câmara para cobrir as responsabilidades. Desgraçados dos cidadãos que têm de perder meses ou anos em Tribunal pelas mesmas culpas públicas.

Confrontado com uma pergunta deste noticiário, porque é que não se fez habitação social nos últimos 8 anos, o Presidente Maravilha respondeu que não houve intenção de prejudicar mas tão somente esquecimento. Esquecimento ? Errar é humano.

Perguntámos se os parques de estacionamento também foram esquecimento, ao que respondeu que era diferente, a ACRAL não tinha sentido falta deles e não se ia gastar dinheiro por causa de 4 meses e que no futuro serão só 2 ou 3. Ficámos esclarecidos !

A Alta Autoridade para a Higiene, Segurança e Cadeiras de Plástico nas Praias, questionou A CMA porque é que o concelho rei das bandeiras azuis não as consegue para as 3 praias da frente de mar da cidade e que por sinal são as mais frequentadas.
A CMA tem 15 dias para responder. Vamos aguardar serenamente.

A estrada Montechoro-Fontaínhas, recentemente inaugurada e dadas as vistas largas que a planearam, vai passar~se a chamar Avenida Desidério Silva. Não porque é o caminho mais rápido para Boliqueime, como dizem as más línguas,mas porque está bonita e não desperta a inveja de ficar diferente das outras entradas da cidade.

Para finalizar, saudamos a noticia que o 1º jardim público construído por um presidente depois do 25 de Abril, está em fase de projecto e situa-se 7 Km para norte de Paderne. Vai-se fazer onde há espaço e para aproveitar umas arvorezinhas do local.

"Zé de Fora" disse...

"Zé de Fora" vai começar um ciclo de entrevista a figuras gradas de diversos quadrantes da sociedade albufeirense.
Esta nova rúbrica visa esclarecer e preparar a população do concelho para as grandes decisões do próximo ano.
Espero que acompanhem.

Sylvia von Holten disse...

Minha nossa Senhora! ! !
Ich weiss nicht was die Portugiesen über Albufeira denken aber hier können sie bestimmt was sagen. Wohin soll das bloss alles führen. Der grosse Bauwahnsinn ist in Albufeira und Umgebung ausgebrochen. Anstatt Altes zu erhalten, wird abgerissen, entstehen rücksichtslos den Bürgern gegenüber riesige Gebäude Komplexe in Wohngebieten mit Einfamilienhäusern, werden Reihenhaussiedlungen aus dem Boden gestampft, die jetzt schon verkommen, da oftmals nur 2 oder 3 Häuser verkauft worden und der Rest verfällt.Läden, die seit Jahren leerstehen sind jetzt schon ein Schandfleck, und direkt daneben werden neue Läden gebaut!
Wie sieht das erst in ein Paar Jahren aus?

Sylvia von Holten disse...

Dann bleiben die Touristen weg, die bisher nicht nur wegen der schönen Strände kamen, sondern wegen des Reizes der kleinen einfachen Cafés, der Strandbuden und der kleinen netten Häfen, Menschen, die das Ursprungliche möchten!
Sylvia von Holten

"Zé de Fora" disse...

Entrevista com o presidente da Junta de Freguesia de Albufeira

Nós: Sr. presidente, dizem que você é um especialista em preenchimento de mapas...
Presid.: isso é lisonjeiro para mim...
Nós: A Junta dá-lhe muito trabalho ?
Presid.: O trabalho aguenta-se...
Nós: A Junta tem problemas financeiros ?
Presid.: Não, de manheira nenhuma, a Câmara é já ali...
Nós: O sr organizou uma festa de homenagem ao seu amigo e dizem, suponho que por má língua, que foram usadas carrinhas da Câmara.
Presid.: Tudo mentiras, mas a festa foi linda, as palmas, os discursos, enfim somos bons nestas coisas...
Nós: A Junta conseguiu concretizar os seus planos para estes 4 anos ?
Presid.: Planos, quais planos ?
Nós: Mas a Junta que obras é que mostrou aos albufeirenses ?
Presid.: Ninguém saiu daqui sem o seu atestado e sempre que pude estive em todos os actos oficiais públicos e nas fotografias do Alfredo.
Nós: Mas o trabalho da Junta fica só por aí ?
Presid.: Bem, você quer que vá fazer queixa de si ao seu chefe ? Faça lá a sua última pergunta que está quase na hora de fecho da Junta.
Nós: Quer deixar alguma mensagem aos albufeirenses ?
Presid.: Que confiem no nosso trabalho porque esta freguesia há-de ser tão grande como a cidade !
( foi a ficção possível com o entrevistado )

Anónimo disse...

Os Zés de Fora que escrevem nesta sanita, deviam dizer o seu nome,,,,,Mas não devem ser gente, ESTA PERCEBIDO

Anónimo disse...

sr Ze de Fora esta um pouco baralhado, por isso convida-se a visitar o jardim do Parque da Alfarrobeira,em frente á Rodoviária , que entre outras coisas possui uma pista de desportos radicais considerada a melhor da Europa.

"Albufeira a Mudar" disse...

Este blogue começa a ser um caso sério na vida do concelho, na medida em que desperta paixões e aceita que se faça o contraditório, mesmo que algumas dessas intervenções não tenham substância.
Alguém disse que este blogue devia ser uma tribuna para a luta de ideias e até agora está prová-lo. Albufeira está mesmo a mudar

"Zé de Fora" disse...

Entrevista com o presidente da concelhia do principal partido da oposição. Por "Zé de Fora"

Nós: O PS tem estado ausente da vida das pessoas...
Líder: Eu agora estou aqui... para começar uma imagem.
Nós: Os senhores só existem para os momentos eleitorais...
Líder: O PS está na vereação e na assembleia municipal.
Nós: Mas estar lá ou não estar, não chega nada cá fora. Será do efeito cinco dois e de se sentirem comprometidos com o Programa Polis/Câmara e o novo centro comercial ?
Líder: O PS não foge. O PS pensa nas pessoas. Estamos no Governo e portanto também estamos aqui.
Nós: Aqui como ? Aqui só chegaram os efeitos das medidas que de uma maneira geral não são boas, mais as locais...
Líder: O PS mudou e vai intervir. Temos projectos interessantes.
Nós: Mas a população vive o desalento do programa Polis/Câmara, da falta de estacionamentos, praias poluídas, outro centro comercial, falta de infantários e habitação social, e os srs. têm projectos interessantes ? Onde estiveram este tempo todo ?
Líder: O PS, como disse, vai intervir na sociedade e até já falámos na AR sobre os esgotos daquela praia...
Nós: Mas o sr. conhece os problemas do concelho ? O senhor nasceu cá mas...não tem receio de não o ouvirem porque nunca esteve ao lado das populações ?
Líder: Eu nasci cá (quer ver o meu BI ?) e vamo-nos esforçar. O PS quer ouvir as pessoas, conhecer os problemas e ir à luta.
Nós: Como é que vai passar a mensagem. O que é que propõe de concreto ?
Líder: Estamos a preparar as coisas e as eleições são só para o ano...
Nós: Mas o partido no poder leva-vos muita vantagem...
Líder: O partido do tem as suas falhas e nós vamos aproveitá-las. Nós já falhámos e eles aproveitaram.
Nós: Mas os problemas das populações têm de depender de lutas de poder ? Vocês até dizem as mesmas coisas.
Líder: Nós vamo-nos esforçar para criar alternativas e a população tem de acreditar.
Nós: Então a população só tem de acreditar ? E vocês não têm de a convencer com propostas concretas ?
Líder: O adversário comete erros e nós vamos aproveitá-los.
Nós: É só que têm para dizer ?
Líder:.......

(Nesta peça de ficção esforçámo-nos por saber mais...mas deu o que deu)

"Zé de Fora" disse...

A próxima entrevista a publicar é com uma pessoa que, depois de muita insistência, acedeu a falar. Não vamos abrir o jogo mas podemos dizer que se relaciona com obras que se fizeram na cidade.
Esteja atento !

Sofia Andrade disse...

Sou jovem, conheço o problema, e oiço as pessoas de fora comentarem que ir às praias da cidade é uma verdadeira aventura. Andamos às voltas e nada estacionamentos. Nós, os cidadãos desesperamos e os nossos visitantes o que pensam de nós que não fomos capazes de criar as infra-estruturas para lhes facilitar a vida.

Ola!
Sou de albufeira e conheço bem este problema. Ir à praia e encontrar um lugar para estacionar pode ser por vezes uma grande aventura! Tenho vários amigos de fora que costumam cá vir passar férias e deparam-se com o mesmo problema. Penso que já é tempo de alguém fazer alguma coisa em relação a esta situação, porque afinal de contas, Albufeira vive do turismo!

"Zé de Fora" disse...

Noticias de Albufeira por "Zé de Fora"

PEDIMOS DESCULPA, MAS HOJE SÃO SÓ NOTICIAS DE MERDA.

O concelho com mais qualidade de vida do País, no estudo encomendado pela CMA,vai pôr a Tavagueira e o Vale da Ursa no sec. XXI. Só o meio engº Carlos Quintino e o seu chefe é que vêem motivo de orgulho no anúncio da medida de implantar saneamento básico condigno nestas zonas.

As outras zonas do concelho que não têm saneamento e estão nas listas de espera, já fizeram saber à CMA que não querem passar pela vergonha de todo o mundo saber as condições em que vivem. É justo. Portanto leitores, não divulguem esta noticia.

O vereador dos mijadouros, decretou que até ao fim do mês de Junho, todas as pessoas que queiram fazer necessidades depois das 20 horas, guardem o material para o dia seguinte ou procurem desenrascar-se.Até nesta matéria a capital do turismo é "sui generis".
Sugerimos que a próxima grande superfície ofereça casas de banho como contra-partida.

A casa de banho do topo da Av. da Liberdade, feita dentro do Programa POlis/Câmara e pronta há quase dois anos, não tem ainda inauguração marcada devido a dificuldades de concertação das agendas do Ministro do Ambiente e do presidente da Câmara. Já esteve para acontecer, a data esteve combinada pelas duas partes, mas não se realizou por o Real Santa Eulália não ter disponibilidade de mesas para aquele dia.

O vereador Carlos Quintino, passado quase um mês, ainda não recebeu o relatório para saber em definitivo a quem pertence a manutenção da estação de saneamento da praia dos Arrifes. Por exclusão de partes, o vereador diz que não pertence à Câmara, as Águas do Algarve dizem que não lhes pertence (Não dá o dinheiro que interessa) e, por último, não pertence à oposição que falou na AR sobre o assunto, afinal a quem pertence ?
Lá está o pobre do PM (presidente maravilha) com mais um problema de merda às costas.

Contou-nos um infiltrado nosso, que numa visita às obras da Praça dos Pescadores, em dado momento o presidente sentiu-se aflito e teve de obrar por ali.
Alguém de entre a comitiva disse inadvertidamente que cheirava mal, a que o inefável presidente da Junta contrapôs de imediato: senhores, por favor, tenham contenção, respeitem a merda que o presidente faz !

Para terminar, um anónimo irritado, não gosta do nosso tipo de sanita para escoarmos a dor que nos vai na alma. A este propósito, recomendamos ao leitor anónimo que nos indique a marca da sanita que mais gosta, se as que a CMA e a Junta usam ou, alguma ainda mais aperfeiçoada.

José Armando Simões disse...

Versos alusivos à recusa por parte da Câmara, de utilização do Auditório para a realização da Conferência "POLIS - Progresso ou Retrocesso".

Atitude autocrática em decisão autárquica?
Paralelismo com prepotência e cinismo?
Tentamos saber se há abuso de Poder…
Atenção!

Eu José Armando Simões, cidadão do mundo,
Lamento por mim e Fórum Albufeira, com Acosal
Lavrando protesto de inconformismo
Pela não cedência do Auditório Municipal…

Razão invocada, cheirando a pretexto
Parece inspirada naquela moldura
De uma chapa usada pela ditadura
E que rezava assim:

“Não dá garantias de cooperar na realização
Dos fins superiores do Estado”
(E com esta informação eu fui tramado
Por um Pires de Lima do passado
Que me negou Diploma do Ensino Particular)

Agora tudo é diferente porque toda a gente
Pode protestar… E por isso agora peço vénia
Para transcrever, comentar e comparar o teor
Da fundamentação da Câmara para esse
Desiderato subscrito por Dr. Rolo:
No…”cumprimento do despacho de 14. Maio
Do corrente mês…”(sic)-mês por ano é o
primeiro engano e o segundo é alguém pensar
que nos vamos calar.
E prossegue o ofício, somos…”a informar V. Exa.
Da indisponibilidade da Autarquia em ceder o
Auditório Municipal para os referidos efeitos
Uma vez que aquele espaço tem sido cedido apenas
para causas e iniciativas nas quais este Municí-
pio se revê e se pretende associar”. Fim de citação.

Concluindo
Não sei se há paralelismo
Na prepotência ou cinismo
Dos despachos em questão,
O da PIDE e o da Câmara,
Mas se voltarem a chumbar
Uma nova pretensão…
Seja por outra razão.
José Armando Simões

"Albufeira a Mudar" disse...

Segundo o "Correio da Manhã", muitas famílias de ex-trabalhadores da falida fábrica FACEAL, na freguesia de Paderne, vivem o drama do desemprego, dos salários em atraso e agora a ameaça de despejo das casas anexas e cedidas pela fábrica.
A Câmara diz que está em cima do assunto, mas acabou por fazer uma proposta para compra dos terrenos bem abaixo dos valores pretendidos em hasta pública. A Cãmara sabe que está ali um grave problema social e que tem de ter uma solução condigna. Ficamos à espera para ver como este problema vai ser resolvido.

O rei vai nu disse...

A politica dos amigos subsidiados com dinheiros publicos , as viagens familiares dos altos e baixos empregados da c.m.a.,as jantaradas as festas (Teresa Salgueiro para uma plateia de 100 importançias)sao crimes que a lei deve condenar com reposiçao dos valores esbanjados. Continuo a espera que o governo investigue e reponha a legalidade democratica .Os sem casa os sem lar os sem creches os sem cu de judas onde morrer olham para este poder local com odio e incompreençao .Poderia dar Lhe soluçoes aos erros cometidos mas apos a desbunda irraçional ainda tem o desplante e a pouca vergonha de as pedir...Pergunto Lhe que faria se Lhe tirassem a descarada as suas notitas do bolso ?Eu ca por mim dava uma trampa ao meliante que lhe serviria de emenda .Quando forem a Igreja com a candura de hiena ponham essa moral a altura e mantenham na na missao para que foram destinados .

Anónimo disse...

O presidente está imparável. Ele agora está em todo o lado. Já estava na imprensa local, tem a rádio local controlada e já saltou par outras. A operação "Eleições 2009" já começou. De certeza que dinheiro não vai faltar. O Forum Albufeira tem muito pão para comer até chegar aos calcanhares deles...vocês partem agora mas, eles já lá estão.

De mais um descontente disse...

O EMPLASTRO

A cidade do Porto tem um emplastro que se cola a tudo o que é câmara de televisão. O Sr. Desidério Jorge Silva também esteve hoje atrás do seu chefe a procurar a melhor posição para pôr a cara a jeito para a televisão.
Já levou o chuto dos órgãos do PSD e esperemos que não venha descarregar sobre os albufeirenses.

Paulo Santos disse...

Procurava há dias por acaso um site de Albufeira na net e encontrei este do forum albufeira. O que procurava era um sítio para ficar no Verão com a minha filha que gosta muito de vir para o Algarve. Mas, os preços que encontrei são proibitivos. Aliás, como sempre!!! Em Lisboa, gostamos de deixar o stress da cidade, ao menos uma vez por ano. E os chefes só nos dão Julho e Agosto. Pois gostaria de dizer às autoridades responsáveis por Albufeira que uma das cidades mais bonitas do Algarve se está a transformar num "escarro". Sim, a palavra é feia. Mas, não mais do que aquilo em que Albufeira se está a transformar. No ano passado dei mais de cinco voltas às duas entradas no centro de Albufeira no intuito de ir jantar e lá passar uma horas com uns amigos. Surpresa!! Acabei por perder a paciência porque não encontrei estacionamento e voltei para Armação onde estava hospedado!!! Mas, pelo que vi nos comentários deste site e por aquilo que oiço dos meus amigos lisboetas, Albufeira é "ZONA A EVITAR", em especial no Verão!! Pelo que vi no passado mês de Abril, Albufeira parece um estaleiro de obras, com gruas por tudo quanto é sítio.
Os meus colegas de trabalho, da multinacional onde trabalho que em tempos gostavam de Albufeira dos bares, dos passeios a pé, das noitadas e da praia, estão a ir para Tavira, para Montegordo, para Lagos e para Aljezur. Até acampar é melhor do que abrir a janela dos apartamentos encostados à traseira do prédio vizinho. Os responsáveis deviam aprender com os erros de Armação e de Quarteira. Pena, que apesar da carga de construção, de terem perdido o charme de outros tempos, continuem a pedir preços que os condenam ao abandono!
Um "escarro" para a visão, um "escarro" para quem quer visitar e perde as estribeiras por não ter onde estacionar (e se tiver, que pague bem caro!) De férias, não me parece que volte a escolher Albufeira!

Albufeira a mudar disse...

É triste, mas é verdade. Saíu hoje o Jornal "A Avezinha" com a "Nota Zero" a dar conta de uma situação que se arrasta há muito tempo (um candeeiro de iluminação pública sem tampa da caixa com fios de alta tensão à vista)e passadas duas horas o problema estava resolvido.Onde páram os serviços camarários de controle das situações de rua ?

Albufeira a mudar disse...

Ao Sr. Presidente da CMA

Está decorrer uma polémica sobre o Ruído em Albufeira que não deve desconhecer, até porque a inacção da Câmara já foi falada.
Venha a público dizer de sua justiça e intervenha no terreno como é sua obrigação. Tem aqui mais uma oportunidade e olhe que não o vão poupar se ficar calado e parado a assistir.

Firmino Santos disse...

Uma brasileira minha vizinha, passou o dia de ontem, inteirinho, no Centro de Saúde para ser atendida. O sistema de triagem, foi relegando-a para segundo plano. Isto não é justo. A triagem até pode estar certa mas sem médicos que cheguem, as pessoas terão sempre de esperar tempo exagerado. A rapariga esperou aquelas horas todas mal instalada. Albufeira merece melhor. Os cidadãos estrangeiros que nos visitam, se precisarem dos serviços de saúde, vão ficar mal impressionados. E falam que Albufeira é a melhor cidade para viver. alguem nos anda a enganar.

maluco da praia disse...

a praia do peneco está cheia de pedras e de terra de obras com os turistas ali ao lado. Estamos em Albufeira

Luciano Pedro disse...

24 de Junho de 2008 17:31
Anónimo Albufeira a mudar disse...

É triste, mas é verdade. Saiu hoje o Jornal "A Avezinha" com a "Nota Zero" a dar conta de uma situação que se arrasta há muito tempo (um candeeiro de iluminação pública sem tampa da caixa com fios de alta tensão à vista)e passadas duas horas o problema estava resolvido.Onde param os serviços camarários de controle das situações de rua ?

26 de Junho de 2008 18:08


E há bem mais de uma semana que um dos semáforos verdes do marrachinho, areias de são joão, está fundido. Nesta mais de uma semana já concerteza quase 50% dos funcionários da câmara lá passaram, nenhum se dignou avisar o departamento de trânsito para trocarem uma simples lâmpada. Até os responsáveis da divisão de trânsito lá devem ter passado, mas a vontade não é muita... se houvesse uma vontade mínima de fazerem o seu trabalho, essa estrada já não era de 30kmh para uns e 50kmh para outros... ou não éramos obrigados a fazer vários quilómetros a 30kmh só porque não apetece colocar sinais de final de zona de 30...